O presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio, recebeu alguns representantes do Mais – Sindicato do Setor Financeiro, manifestando a sua preocupação com o fecho de algumas agências bancárias no concelho.

 

 

 

Preocupado, Alexandre Gaudêncio, presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, revelou, aquando do seu encontro com os representantes do Mais – Sindicato do Setor Financeiro, que “nos últimos meses fecharam algumas agências bancárias na Vila de Rabo de Peixe e na Freguesia da Maia. São dados preocupantes, porque revelam a perda de serviços de proximidade, essenciais para a fixação de pessoas”.

Neste contexto, os representantes do sindicato, Afonso Quental, Jorge Batista e Carlos Medeiros, entregaram, ao autarca, um manifesto onde apelam às entidades públicas solidariedade e descontentamento, pela forma unilateral com que as entidades bancárias encerraram os balcões, sem olhar às questões sociais, colocando na equação apenas o lado financeiro.

Solidário com a preocupação manifestada pelo sindicato, o edil referiu que tudo fará para tentar compensar a perda daqueles serviços, com outros que possam ajudar a dinamizar o concelho.