No passado dia 8 de agosto, Pedro Furtado, vice-presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, anunciou que a autarquia tem previstas, para este mandato, três grandes obras para a freguesia dos Fenais da Luz, um investimento superior a 3 milhões de euros. As três obras apresentadas, na sessão comemorativa do 507º aniversário da anexação da Freguesia de Fenais da Luz à jurisdição administrativa de Ponta Delgada, foram a construção da nova escola da freguesia, orçamentada em 1.4 milhões de euros, a requalificação de toda a zona do Arrebentão, no valor de 2 milhões de euros e a aquisição de um terreno na rua de São Jerónimo, com um custo de mais de 100 mil euros, para construção de parque de estacionamento e o lançamento da empreitada de repavimentação do troço sul da rua do Bom Jesus. Pedro Furtado, vice-presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, enalteceu que “são obras de extrema necessidade para a freguesia dos Fenais da Luz e estamos a trabalhar em cada uma delas, dando passos concretos para chegar aos anseios da população desta freguesia”.

Na ótica do vice-presidente o incremento populacional nos Fenais da Luz “exige da Câmara Municipal uma atenção muito especial, sobretudo no que respeita à habitação, às acessibilidades e à educação. É precisamente neste sentido que a nossa autarquia está a trabalhar”. Na sessão comemorativa, Bruno Costa, presidente da Junta de Freguesia dos Fenais da Luz, aproveitou para agradecer o apoio da Câmara Municipal de Ponta Delgada e salientou que a autarquia tem trabalhado no sentido de descentralizar mais a cultura, priorizando as freguesias afastadas do centro urbano. O vice-presidente salientou que os colaboradores da área da Cultura da autarquia, que “têm conseguido descentralizar a nossa cultura pelas 24 freguesias, numa dinâmica de equipa e árduo trabalho que vai acabar por contribuir para a candidatura do Azores 2027. Também aqui está representada a nossa diversidade e qualidade artística e vamos conseguir vencer este grande desafio de sermos a próxima Capital Europeia da Cultura”.