O habitual passeio anual sénior promovido pela Junta de Freguesia de São Félix da Marinha voltou a realizar-se, após dois anos de interregno, no passado dia 9 de setembro. Os nove autocarros que transportaram os seniores partiram da freguesia gaiense com destino a Vila Pouca de Aguiar para assistir à eucaristia. De seguida o grupo rumou ao Parque Pedras Salgadas e, depois, à Quinta do Príncipe, em Chaves, para desfrutar de um almoço e de uma tarde recheada de animação e convívio. Para além dos 500 seniores, o passeio contou com a presença dos elementos da Junta de Freguesia de São Félix da Marinha e de Dário Silva, vereador da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia.

 

O tradicional passeio sénior da Freguesia de São Félix da Marinha reuniu 500 idosos, com o intuito de lhes proporcionar um dia recheado de animação e convívio. Os autocarros partiram da freguesia gaiense com destino a Vila Praia de Âncora, em Viana do Castelo, onde tiveram algum tempo livre para assistir à missa no Santuário Diocesano do Sagrado Coração de Jesus. Após a paragem no Santuário, os seniores rumaram ao Parque Pedras Salgadas onde aproveitaram para explorar o local. De seguida, o grupo deslocou-se até à Quinta do Cruzeiro, onde desfrutaram de um almoço, seguido de um bailarico que se prolongou pela tarde. No final da tarde, o grupo usufruiu de um lanche, acompanhado por uma fatia de bolo e um copo de champanhe.

Carlos Pinto, presidente da Junta de Freguesia de São Félix da Marinha, e Dário Silva, vereador da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, aproveitaram a ocasião para proferir algumas palavras e agradecimentos. Carlos Pinto, presidente da Junta de Freguesia de São Félix da Marinha, enalteceu, em declarações exclusivas ao AUDIÊNCIA, que o regresso desta iniciativa “é, de facto, muito relevante para os seniores que estão habituados há muitos anos a fazer este tipo de percurso”. Carlos Pinto salientou a necessidade da realização desta iniciativa afirmando que “é um passeio muito benéfico para eles e para a Junta de Freguesia”. Destacou ainda o “impacto muito positivo” desta iniciativa e assegurou que “a edição deste ano foi muito positiva, face a este ano que o povo estava com ganas de voltar a sair de casa e face às questões da pandemia, foi mesmo muito positivo”. Carlos Pinto admitiu que a Junta de Freguesia realiza “normalmente, a colónia balnear com os seniores e com os jovens aqui na freguesia e iremos fazer agora, no mês de outubro, o mês do idoso, que permite à população sénior sair à rua, conviver e confraternizar”. O presidente terminou a sua intervenção dando uma palavra de agradecimento, a todos os que participaram e os que não participaram no evento, com a esperança de que “para o ano cá esperemos todos de novo”.

Dário Silva, vereador da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, começou por referir, em declarações exclusivas ao AUDIÊNCIA, que “esta é uma atividade muito querida por parte desta faixa etária da população” e destacou que “o retorno desta iniciativa é a oportunidade de retomar um hábito e, sobretudo, de voltarmos a permitir que as pessoas possam usufruir, entre outras muitas iniciativas que são feitas ao longo do ano, de um momento de diversão, convívio, partilha e de revisitação de amigos e amizades”. O vereador municipal enalteceu novamente que “esta iniciativa é, sem dúvida, muito valorizada pela população sénior, porque é um momento particular de alegria e convívio”. Dário Silva aproveitou ainda para mencionar que “o município tem, em parceria com as próprias Juntas de Freguesia, um conjunto de atividades que são desenvolvidas ao longo do ano” entre elas “as iniciativas das próprias academias seniores e o Mês do Idoso, onde decorrem um conjunto de iniciativas ao longo do mês de outubro”. O vereador municipal terminou a sua terminação afirmando que “há sempre, ao longo do ano, um vasto conjunto de iniciativas desenvolvidas em parceria entre as Juntas e a Câmara Municipal, que tende a prestar apoio a esta faixa da população”.