Através da implementação do Programa Eco.AP – Eficiência Energética na Iluminação Pública, a Câmara Municipal da Trofa vai investir 3,7 milhões de euros para reduzir, de forma imediata, a fatura de energia elétrica da rede de iluminação pública, conseguindo, ainda, diminuir as emissões de CO2, minorar a poluição luminosa e aumentar a restituição cromática. Este processo vai envolver a substituição de 9000 luminárias convencionais, por soluções, energeticamente, mais eficazes.

 

 

 

A Câmara Municipal da Trofa vai avançar com a implementação do Programa Eco.AP – Eficiência Energética na Iluminação Pública, que contemplará um investimento de mais de 3,7 milhões de euros que, para além permitir uma redução imediata na fatura de energia elétrica, no valor mínimo garantido de 1,7 milhões de euros, no decurso do prazo contratual, fará diminuir as emissões de CO2, reduzirá a poluição luminosa e aumentará a restituição cromática.

Este projeto, efetuado em parceria com a AdEPorto – Agência de Energia do Porto, tem como principal objetivo a conceção, implementação e gestão de medidas de melhoria de eficiência energética.

Com a implementação deste programa, serão substituídas todas as luminárias existentes na rede de iluminação pública, equipadas com lâmpadas de descarga, por luminárias de tecnologia LED, que vão permitir reduzir, significativamente, o consumo de energia elétrica em iluminação pública do concelho, melhorar os níveis de iluminação, reduzir a taxa média de avarias, assim como minorar os tempos de reposição em serviço e reparação, além de aumentar o conforto visual e a segurança dos utentes na via pública e uniformizar as soluções tecnológicas e o design.

Assim, ao serem substituídas as cercas de 9000 luminárias públicas, existentes no município da Trofa, a autarquia obterá uma poupança mínima garantida, no decurso do prazo contratual, de mais 1,7 milhões de euros.