Nesta edição começamos por desvendar as mentiras constantes do enigma da Prova nº. 6 do torneio de decifração “Solução à Vista!”, de autoria do confrade Abrótea, que provocaram algumas alterações nos dez primeiros lugares da classificação geral. E, a fechar, publicamos o regulamento da edição de 2019 do concurso de produção de enigmas policiais “Mãos à Escrita!”.

TORNEIO “SOLUÇÃO À VISTA!”
Solução da Prova nº. 6

“Um Regresso do Outro Lado”, de Abrótea
A primeira mentira de meu Pai: aeroporto da Portela na altura, hoje Humberto Delgado [e não aeroporto Francisco Sá Carneiro].
[As mentiras de Sir Aldra:]

  • Angola fica no polo Sul, logo a estrela guia é CRUZEIRO do SUL;
  • Lourenço Marques, hoje Maputo, é capital de Moçambique [e não capital de Angola];
  • LUA NOVA não tem luar, escuridão;
  • Mata do MAIOMBE, tem o mato cerrado, nem as estrelas se conseguem ver.
    Atenção: Angola fica no hemisfério Sul. A parte norte do país tem latitudes sempre superiores a 5ºS, o que em teoria permite observar, ao nível do mar, estrelas do hemisfério Norte com declinações até aos 85º. Mais a sul, conseguem-se observar estrelas com declinações máximas inferiores a este valor. A estrela polar tem uma declinação de aproximadamente 89º, pelo que não será visível de Angola. No entanto, parte das estrelas da Ursa Menor podem ser observadas em certas épocas do ano, o que permite adivinhar a posição da Polaris.
    Pontuação e Classificação (após a 6ª. Prova)
  • A “caça às mentiras” do problema do confrade Abrótea trouxe dissabores a “detetives” que têm ocupado os dez primeiros lugares da classificação geral desde a prova inicial, cedendo agora terreno aos seus mais diretos opositores. Foi o caso de Inspetor Mucaba, Madame Eclética e Zé de Mafamude, que perderam dois preciosos pontos num enigma aparentemente acessível.
    1º. Daniel Falcão (59+13): 72 pontos;
    2º. Detetive Jeremias (59+12): 71 pontos;
    3º. Bernie Leceiro (52+10): 62 pontos;
    4ºs. Inspetor Mucaba (52+8), Madame Eclética (52+8) e Ma(r)ta Hari (50+10): 60 pontos;
    7ºs. Ariam Semog (49+10) e Rigor Mortis (48+11): 59 pontos
    9º. Zé de Mafamude (50+8): 58 pontos;
    10º. Bigode (46+10): 56 pontos;
    11ºs. Abrótea (45+10), Carlota Joaquina (45+10), Gomes (45+10), Inspetor Guimarães (45+10): 55 pontos;
    15ºs. Charadista (44+10), Chico da Afurada (45+9), Holmes (44+10), Necas (45+9) e Pena Cova (45+9): 54 pontos;
    20ºs. Arc. Anjo (43+10), Beira Rio (44+9), Broa de Avintes (44+9), Chico de Laborim (44+9), Inspetor Madeira (45+8), Santinho da Ladeira (44+9), Solidário (45+8) e Talismã (45+8): 53 pontos;
    28ºs. Bota Abaixo (43+9), Detetive Bruno (44+8) e Haka Crimes (43+9): 52 pontos;
    31ºs. Martelo (43+8) e Mascarilha (42+9): 51 pontos;
    33º. Vitinho (40+9): 49 pontos.

CONCURSO “MÃOS À ESCRITA!”
As avaliações feitas pelos solucionistas e pelo orientador da secção ao enigma “Um Regresso do Outro Lado”, de Abrótea, concorrente aos prémios em disputa no torneio de produção policiária “Mãos à Escrita!”, resultaram na seguinte pontuação média final: 6,60 pontos. Com esta pontuação, o confrade Abrótea ocupa o lugar de lanterna vermelha na classificação geral do torneio, que se encontra assim ordenada:
1º. “A Lógica não é uma Batata”, de Búfalos Associados: 7,90;
2º. “Contas Desajustadas”, de Verbatim: 7,40 pontos;
3º. “As 3 Poltronas”, de Rigor Mortis: 7,10 pontos;
4º. “Camarada Tempicos”, de A. Raposo: 6,90 pontos;
5º. “O Enforcamento do Vigilante”, de Daniel Gomes: 6,80 pontos;
6º. “Um Regresso do Outro Lado”, de Abrótea: 6,60 pontos.

CONCURSO “MÃOS À ESCRITA! – 2019”
REGULAMENTO

  1. O concurso é aberto a todos, sem condicionalismos de idade;
  2. Cada concorrente pode apresentar mais do que um original;
  3. Os trabalhos, na modalidade de produção de enigma policiário, em língua portuguesa, deverão conter enunciado e respetiva solução;
  4. Os trabalhos deverão ser apresentados em suporte digital, formato A4, com tipo de letra Times New Roman, em corpo 12 e com 1,5 de espaçamento entre linhas;
  5. O enunciado do enigma deve ter o máximo de 2 páginas e a solução o máximo de uma página e meia;
  6. Os trabalhos, nos moldes atrás descritos, deverão ser enviados para o endereço eletrónico salvadorpereirasantos@hotmail.com, entre 1 de março e 15 de abril de 2019;
  7. A classificação dos enigmas será definida através da média da pontuação atribuída pelos participantes na edição de 2019 do torneio de decifração “Solução à Vista! – 2019” e pelo orientador da secção O Desafio dos Enigmas;
  8. Na apresentação das soluções das provas do torneio de decifração acima referido, que decorre paralelamente, os participantes atribuirão aos enigmas entre 5 a 10 pontos (em função da sua originalidade, qualidade e grau de dificuldade), tendo o orientador da secção o mesmo número de pontos para atribuir a cada enigma;
    8.1. A atribuição dos pontos é feita da seguinte forma: na apresentação da solução da segunda prova do torneio de decifração, os participantes atribuirão a pontuação da primeira prova; na apresentação da solução da terceira prova, atribuirão a pontuação da segunda prova; e assim sucessivamente;
    8.2. A última prova do torneio de decifração “Solução à Vista! – 2019” será da autoria do orientador da secção, não integrando o torneio “Mãos à Escrita! – 2019”;
  9. Será vencedor do concurso o enigma que alcançar uma maior pontuação média, sendo distinguidos os restantes enigmas classificados nas primeiras três posições;
  10. Serão atribuídos os seguintes prémios: 1º. Lugar – Troféu Pedro Paulo Faria; 2º. Lugar – Taça Nove; 3º. Lugar – Taça Verbatim;
  11. Os casos omissos serão resolvidos pelo orientador da secção O Desafio do Enigmas, não havendo recurso das decisões tomadas.
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com