Após os inúmeros acontecimentos de violência na prática desportiva no concelho, a Câmara Municipal de Gaia decidiu tomar medidas contra a violência na formação desportiva e irá criar um regulamento de tolerância zero para este tipo de situações.

“A partir de agora, a Câmara tem tolerância zero para qualquer ato de violência e levará até às últimas consequências todas as ações que levem ao fim desta situação”, afirmou Eduardo Vítor Rodrigues.

Devido aos episódios recorrentes de violência em jogos de escalões de formação, muitos dos quais se realiza em equipamentos municipais, a Câmara Municipal de Gaia decidiu criar uma equipa para elaborar o regulamento municipal de combate à violência na formação desportiva.

O caso mais recente aconteceu no passado dia 23 de fevereiro no Estádio Municipal da Lavandeira, no jogo entre o Águias Sport Clube e o Clube de Futebol de São Félix da Marinha, a contar para o Campeonato Distrital de Juniores B, 2ª Divisão. No final da partida, diversos jogadores, técnicos e dirigentes de ambos os clubes, bem como elementos não identificados que se encontravam no recinto sem autorização, envolveram-se em distúrbios, com agressões físicas que levaram à intervenção da polícia e algumas situações de tratamento hospitalar.

Perante isto, a Câmara decidiu suspender a utilização gratuita por este escalão da formação dos dois clubes envolvidos, até à conclusão do inquérito que instaurou. Da mesma forma, estão também suspensos todos os apoios aos dois clubes.

“É inaceitável que, semana após semana, aconteçam distúrbios em jogos de crianças e jovens. Os recintos desportivos públicos não são ringues de boxe”, afirma Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da autarquia, salientando ainda que “estes incidentes não são o resultado de claques organizadas, mas de pais e agentes desportivos que estão a extremar a sua ação, manchando o nome dos clubes, do concelho e o futuro dos atletas”.

“A partir de agora, a Câmara tem tolerância zero para qualquer ato de violência e levará até às últimas consequências todas as ações que levem ao fim desta situação”, rematou o autarca, acrescentando que a Câmara irá realizar ações pedagógicas em todos os equipamentos desportivos e distribuir flyers com dicas para os desportistas e para os pais sobre como agir perante incidentes de violência. Além disso, a autarquia irá também solicitar uma reunião à Associação de Futebol do Porto para abordar esta temática e, em conjunto, encontrar soluções.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com