Por ocasião do 20º aniversário do falecimento do padre Gabriel do Rosário Alves que foi pároco de Canelas desde 23 de outubro de 1960 a 9 de julho de 1988 e que faleceu em 4 de abril de 2001, como pároco da paróquia do Bonfim, no Porto, a “sua” paróquia de Canelas, quis recordar estes 20 anos, com alguns atos de memória e de saudade.

Assim, no passado dia 4, domingo de Páscoa, foram celebradas missas de sufrágio na Capela de Nossa Senhora da Paz – Rechousa e na Igreja Paroquial de Canelas com a leitura de um texto evocativo do que foi a sua presença nesta paróquia.

Depois foi colocada uma coroa de flores no cemitério paroquial, tal como se havia já feito no seu jazigo no cemitério de Paços de Ferreira, de onde era natural.

Os seus 28 anos em Canelas foram extraordinariamente ricos, quer na firmeza da sua pastoral, dos princípios e valores de que nunca abdicou, quer ainda pelas obras materiais onde deixou bem vincada a sua presença: as construções de raiz do Salão Paroquial de Canelas e da Capela de Nossa Senhora da Paz, na Rechousa, no alargamento da Igreja Paroquial de Canelas e na melhoria das capelas do Sr. dos Aflitos, de Santa Isabel e do Senhor do Calvário. Deixou, ainda, as bases para a futura construção do atual Centro Social e Paroquial.

O padre Gabriel do Rosário Alves nasceu em Paços de Ferreira em 2 de outubro de 1932, foi ordenado em 5 de agosto de 1956 e depois de Canelas, foi pároco do Bonfim, Porto desde 1988 a 2001.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com