O secretário regional da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego, Duarte Freitas, marcou presença na inauguração das obras de requalificação do campo de jogos da Escola Básica e Secundária do Nordeste, que se realizaram no âmbito do Orçamento Participativo dos Açores e contaram com o apoio do Governo Regional e da Câmara Municipal do Nordeste.

 

 

A requalificação do campo de jogos da Escola Básica e Secundária do Nordeste foi um dos projetos vencedores, no âmbito do Orçamento Participativo dos Açores de 2019. As obras contaram com o apoio da Câmara Municipal do Nordeste e do Governo Regional e contemplaram um investimento superior a 55 mil euros.

A proposta consistiu na substituição do piso de alcatrão por um relvado sintético, colocação de balizas e tabelas para a prática de basquetebol e permitiu criar condições adequadas para a prática de exercício físico ao ar livre.

A inauguração da reabilitação do recinto desportivo contou com a presença do secretário regional da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego, Duarte Freitas, que, acompanhado pelo diretor regional da Juventude, Eládio Braga, assegurou que vai continuar “empenhado em aprofundar e fomentar parcerias com o poder local ao nível da cooperação técnica e financeira”, conciliando essa cooperação com outras iniciativas, que beneficiem os munícipes açorianos.

Para o governante, “trata-se de um projeto com grande significado para a comunidade escolar e igualmente para todos os jovens do concelho do Nordeste, que agora passa a poder usufruir de um espaço muito importante, para estimular a prática de exercício físico ao ar livre”.

Segundo Duarte Freitas, o recinto desportivo, agora requalificado, “não oferecia as condições adequadas para a prática segura de desporto e, por isso, não estava a ser aproveitado pela comunidade escolar, nem servia o Nordeste”.

Destacando que o Governo dos Açores e a Câmara Municipal do Nordeste “fizeram o sonho acontecer”, o secretário regional da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego sublinhou, ainda, que o Orçamento Participativo dos Açores tem fomentado o “envolvimento dos cidadãos em todos os concelhos e em todas as ilhas dos Açores”.