José Manuel Bolieiro, cabeça de lista do PSD à Câmara Municipal de Ponta Delgada e recandidato ao cargo, afirmou, na apresentação das listas do PSD à Câmara, à Assembleia Municipal e às 23 Juntas de Freguesia que se realizou, no último dia 4 de agosto, no Largo do Colégio, em Ponta Delgada, que o projeto que apresenta às eleições autárquicas é de cidadania.

“Queremos evidenciar, sem qualquer dúvida, que o nosso projeto é de cidadania. Estamos candidatos por sentido de missão cívica e por espírito de serviço à nossa gente, à nossa terra”, revelou o candidato à Câmara Municipal de Ponta Delgada.

A recandidatura de José Manuel Bolieiro surge, como o próprio disse, “pelo orgulho que temos da nossa história, do nosso percurso coletivo e pela confiança que temos na nossa capacidade de presar um bom serviço público, com estratégia, dedicação e realismo”.

“Não estamos candidatos por afirmação de uma carreira política, nem por obrigação partidária. Estamos empenhados na política pelas pessoas, pelo desenvolvimento, pela democracia e pela liberdade de escolha de cada cidadão. Estamos comprometidos com a humildade pessoal, com a transparência dos procedimentos, com a imparcialidade no exercício do poder, com o respeito pela dignidade e liberdade das pessoas”, frisou o candidato.

José Manuel Bolieiro disse que a sua lista está irmanada no “espírito de missão” e no “compromisso de estar ao serviço da causa pública”. “Como decisores, não temos atitude ditatorial. Temos a ambição de contar com a participação da cidadania, ela sim a decisora em democracia. Foi por isso que escolhemos aqui o Largo do Colégio, reabilitado e regenerado, por impulso cívico da cidadania participativa”, adiantou o cabeça de lista do PSD.

“Fomos pioneiros no poder local dos Açores quanto ao procedimento transparente, imparcial, anualmente previsível, regular, certo e reforçadíssimo nas transferências financeiras municipais para as juntas de freguesia”, avançou o candidato à Câmara Municipal de Ponta Delgada, destacando que os valores foram triplicados e garantindo, a este propósito, que o município não olhou às cores partidárias, mas respeitou “integralmente a legitimidade democrática de cada um”.

José Manuel Bolieiro garantiu que quer continuar “com a confiança das pessoas, o percurso e o rumo traçados há quatro anos”. “Temos obra feita. E é também obra que nos orgulha este modo de estar na política e no poder local. Sim, somos um projeto político de continuidade e tudo isso por causa do futuro”, referiu o candidato.

 

 

O cabeça de lista prometeu ainda não fazer da campanha eleitoral “a manipulação da liberdade de escolha das pessoas”, dizendo que podem contar com a candidatura para uma “política responsável e de confiança”.

Sara Massa, mandatária da candidatura, asseverou que aceitou o convite “na esperança de lhe poder acrescentar algum valor, uma tarefa difícil quando nos deparamos com tão boa gente e de tão grande prestígio”.

“Reconheço no Dr. José Manuel Bolieiro um homem ponderado e humilde, um presidente que ouve e está atento aos seus munícipes. Acredito, por isso, que ele e a sua equipa se manterão próximos e disponíveis para valorizar, em todas as freguesias, os contributos dos cidadãos que aí vivem”, disse a mandatária.

Sara Massa referiu ainda que nas eleições para a Câmara Municipal “escolho-vos a vós, estimados candidatos pelo PSD e a si, Dr. Bolieiro, para continuar a valorizar o que nos une em detrimento do que nos separa, para continuar a valorizar esta maravilhosa cidade, que é a nossa casa, Ponta Delgada”.

A lista dos candidatos à Câmara Municipal de Ponta Delgada é composta pelo advogado José Manuel Bolieiro, pelo engenheiro mecânico Humberto Trindade Borges de Melo, pela técnica superior Maria José Botelho de Viveiros da Silva Lemos Duarte, pela jurista Alexandra Vitória Falcão Pereira de Viveiros, pelo técnico superior Pedro Filipe Rodrigues Furtado e pelo sociólogo Paulo Mendes, entre outros.

No que respeita a lista de candidatos à Assembleia Municipal, esta é formada pelo médico especialista em cirurgia geral, Francisco Rêgo Costa e pelo médico neurologista Luís Maurício Santos.

No que concerne a lista de candidatos à presidência das Juntas de Freguesia, José Manuel Bolieiro destacou a ausência de Santa Clara, freguesia à qual “não apresentaremos lista”. “Declaramos apoio à recandidatura do presidente da junta de freguesia de Santa Clara, no âmbito de um movimento independente”.

Neste contexto, José Farias é o candidato à presidência da Junta de Freguesia da Ajuda da Bretanha, Goreti Freitas é candidata à Junta de Arrifes, Paulo Fonseca é candidato à Junta da Candelária, Ricardo Cabral é candidato à Junta de Capelas, Humberto Sousa é candidato à Junta da Covoada, Hermínio Miranda é candidato à Junta de Fajã de Baixo, José Augusto Medeiros é candidato à Junta de Fajã de Cima, Victor Almeida é candidato à Junta de Fenais da Luz, João Carlos Silva é candidato à Junta de Feteiras, Márcia Diógenes Gonzaga é candidata à Junta de Ginetes, Manuel António Soares é candidato à Junta do Livramento, Carlos Cabral é candidato à Junta de Mosteiros, Paulo Ricardo é candidato à Junta de Pilar da Bretanha, Pedro Medo é candidato à Junta de Relva, José Francisco Novo é candidato à Junta de Remédios, Marina Farias é candidata à Junta de Santa Bárbara, Bruno Lourenço é candidato à Junta de Santo António, Jorge Oliveira é candidato à Junta de São José, José Leal é candidato à Junta de São Pedro, Emanuel Ferreira é candidato à Junta de São Roque, José Maria Rego é candidato à Junta de São Sebastião, Noémia Ventura é candidata à Junta de São Vicente e Sérgio Roque é candidato à Junta de Sete Cidades.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com