O líder parlamentar do PSD/Açores lamentou, na Assembleia Legislativa, que o Governo Regional insista na “opção errada” de manter fechadas as salas de pequena cirurgia nos centros de saúde de Ponta Delgada e Ribeira Grande em vez de aceitar a proposta do PSD.

A proposta apresentada pelo PSD/Açores sobre a reabertura das salas de pequena cirurgia nos centros de saúde de Ponta Delgada e Ribeira Grande foi rejeitada a 10 de abril, durante o último plenário. Por este motivo, Luís Maurício lamentou o sucedido, afirmando que o Governo Regional insistem na “opção errada de manter encerradas” estas salas, “em vez de aceitar a proposta do PSD”.

De acordo com o deputado, “os utentes vão continuar a esperar vários meses” para serem atendidos, “em vez de verem resolvidos em apenas 15 dias problemas de saúde tão simples, como antes acontecia”.

Luís Maurício defendeu a proposta dos sociais-democratas, que foi feita “em defesa dos doentes”. Acrescentou ainda que é “inaceitável que um utente dos Fenais da Ajuda, no concelho da Ribeira Grande, tenha que perder uma manhã de trabalho para ir ao Hospital de Ponta Delgada efetuar algo tão simples como a extração de um quisto ou fazer uma biopsia da pele”.

Todos os restantes partidos da oposição votaram a favor da iniciativa do grupo parlamentar do PSD/Açores, sendo que o Partido Socialista votou contra. Luís Maurício concluiu: “estamos de consciência tranquila perante os açorianos e, sobretudo, perante os utentes, pois o PSD fez o seu trabalho para ajudar os doentes que esperam há demasiado tempo por uma pequena cirurgia.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com