A chocolataria artesanal Pedaços de Cacau nasceu há sete anos, fruto de uma grande paixão de Raquel Lima. Prometendo proporcionar uma experiência única, repleta de aromas e sabores incomparáveis, a chocolatier inaugurou, no passado dia 29 de outubro, o seu novo atelier em Vilar do Paraíso, em Vila Nova de Gaia, com tabletes e bombons premiados a nível nacional e internacional.

 

 

Raquel Lima criou, há sete anos, a marca Pedaços de Cacau e inaugurou, no passado dia 29 de outubro, na Rua Junqueira de Baixo, número 28, em Vilar do Paraíso, em Vila Nova de Gaia, o seu novo atelier, deixando um espaço de 90 metros quadrados e mudando-se para um de 390, fruto do crescimento do volume de vendas e, também com uma visão de futuro. No novo espaço, os clientes podem encontrar não só uma loja com todos os produtos da marca, mas também o atelier da chocolatier.

A história começou com amor. Formada em Engenharia Florestal, área na qual trabalhou durante 13 anos, mas apaixonada por chocolates, Raquel Lima contou, em entrevista exclusiva ao AUDIÊNCIA, que no Natal de 2012 resolveu “oferecer chocolates feitos por mim, em caixas e devidamente embalados aos meus amigos e familiares e toda a gente gostou. Na altura, eu fiquei com alguns, também, em casa, mas ao fim de algum tempo, os chocolates começaram a ficar esbranquiçados e eu não percebi o motivo. Então, comecei a pesquisar na internet e encontrei uma formação no Porto e decidi fazê-la. A partir daí, um mundo novo abriu-se para mim”.

Entretanto as encomendas começaram a surgir e a Pedaços de Cacau começou a ganhar forma. “Tudo começou, há quase dez anos, como um passatempo, mas rapidamente tornou-se numa pequena paixão e eu comecei a divulgar que vendia chocolates, até que uma grande amiga minha decidiu fazer-me uma encomenda e eu aí percebi que estava na hora de criar uma marca e foi quando surgiu a Pedaços de Cacau Para Amigos, mas como o nome era muito grande, mais tarde ficou só Pedaços de Cacau”, explicou a chocolatier, revelando que em 2016 sentiu a necessidade de abandonar a sua profissão para se dedicar à sua paixão e que em 2017 fundou, efetivamente, a empresa Pedaços de Cacau.

Hoje, estabelecida no mercado, a Pedaços de Cacau conta com 15 prémios nacionais e internacionais, sendo que entre os mais recentes estão a estrela Great Taste, que foi atribuída, este ano, às tabletes de 72% de cacau de hortelã-pimenta e de pepitas de cacau.

“Nós utilizamos chocolate negro, maioritariamente, que é considerado o mais saudável, sendo que, no nosso portfólio, o único chocolate de leite que temos são os nossos crocantes de chocolate de caramelo e não os retiramos porque ganharam uma medalha de ouro, num concurso de chocolates”, enalteceu a fundadora da marca.

Assim, no novo atelier, os clientes podem encontrar bombons artesanais de chocolate negro repletos de segredos, com recheio de laranja, limão, creme de avelã, cacau crocante, frutos silvestres crocantes, caramelo, manjerico (sazonal), mel com ouro, azeite, amêndoa com flor de sal, queijo e vinho do Porto. As tabletes são vegans, têm 72% de cacau e vários sabores como coco e amêndoa, gengibre e canela, hortelã-pimenta, malagueta e flor de sal, laranja e noz, pimenta-rosa, pepitas de cacau, café da Etiópia e café e flor de sal. Por outro lado, os crocantes assumem-se como sendo “um produto diferenciador” e podem ser de café, salgado, bolacha de milho e caramelo.

Segundo Raquel Lima, a personalização é outro fator distintivo, “porque nós conseguimos ir ao encontro das necessidades dos nossos clientes, que no que respeita à embalagem, quer aos próprios bombons”, para além disso “as novidades mais recentes incluem os bombons a granel e, ainda, uma subscrição mensal, através da qual os clientes recebem, em casa, uma caixa surpresa”.

Preocupada com a sustentabilidade, a chocolatier revelou, ainda, que “nós pegamos nos nossos excedentes de chocolate, ou seja, os chocolates que nós não podemos comercializar, porque estão riscados, danificados, ou partidos e então reutilizamos e damos uma nova vida a esses chocolates e fazemos, uma vez por mês, o bolo exótico de chocolate, assim como o brownie de chocolate, sempre por encomenda. Depois, temos mais dois projetos muito lindos. Um é com uma empreendedora, que utiliza os nossos excedentes de chocolate para produzir granola e o outro é com outra empreendedora que faz bolachas, também, com os nossos excedentes de chocolate”.