blank

“QUEREMOS AFIRMAR AS NOSSAS LOCALIDADES”

Depois de uma comitiva liderada pelo presidente de Martin, na Eslováquia, Jan Danko, ter participado nas comemorações do 41º aniversário de elevação da Ribeira Grande a cidade, que decorreram a 29 de junho, no Teatro Ribeiragrandense, o autarca Alexandre Gaudêncio foi um dos convidados de honra das cerimónias oficiais do dia da cidade eslovaca, que foi assinalado a 11 de novembro. Esta visita culminou, ainda, com a assinatura de um protocolo de cooperação, que vai estreitar ligações entre os dois municípios.

 

A celebração do 41º aniversário da elevação da Ribeira Grande a cidade contemplou uma sessão solene, que decorreu a 29 de junho e ficou marcada pela presença de Jan Danko, presidente da Câmara Municipal de Martin, na Eslováquia, e Zuzana Vieira, cônsul honorária da República Eslovaca nos Açores.

No seguimento desta visita, que se revelou de grande importância para o município ribeiragrandense e onde foi manifestada a pretensão da criação de um protocolo de cooperação entre os dois concelhos, Alexandre Gaudêncio, presidente desta autarquia, foi um dos convidados de honra das cerimónias oficiais de comemoração do dia da cidade de Martin, que se assinalou a 11 de novembro. “A Ribeira Grande pretende ser uma cidade cada vez mais cosmopolita, pelo que temos de aproveitar a nossa ligação a cidades como Martin, para a potenciar a nossa terra e atrair mais pessoas”, referiu Alexandre Gaudêncio, realçando a receção feita pelo presidente Jan Danko, que foi reeleito no passado mês de outubro, assim como o empenho e dedicação da cônsul honorária da República Eslovaca nos Açores, Zuzana Vieira, uma vez que “foi através da sua ação, que este acordo foi firmado, possibilitando uma nova abertura para as relações institucionais, entre os dois países”.

Esta data, ficou, deste modo, grifada pela assinatura do referido acordo de cooperação, que aconteceu no edifício dos Paços do Concelho da cidade de Martin e assenta no estabelecimento de sinergias, que promovam as vertentes da cultura, desporto, educação e economia. “Este protocolo tem várias amplitudes, desde a parte do ensino, com o intercâmbio entre escolas, à parte cultural, passando pela área desportiva, também. Nós ficamos muito impressionados pela forma como está organizada a cidade e já está confirmada a presença de um grupo folclórico de Martin no Festival de Folclore do Porto Formoso, no próximo ano. Também ficou, no ar, uma recetividade muito grande, por parte da cidade de Martin, em acolher estudantes ribeiragrandenses e vice-versa. Finalmente, na parte desportiva, traçamos contactos bastante avançados com uma equipa de futebol da cidade de Martin, que, muito provavelmente, poderá incorporar um dos torneios de futebol juvenil da Ilha de São Miguel, já no próximo ano”, enfatizou o presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, em entrevista exclusiva ao AUDIÊNCIA, reforçando que a atração de nómadas digitais também foi um dos temas abordados.

Garantindo que pretende dar corpo a este protocolo, que foi assinado no passado dia 11 de novembro, o edil enalteceu que “queremos afirmar as nossas localidades e estamos em sintonia, em querer projetar os nossos municípios para outros destinos. Depois, temos esta vontade de fazermos as coisas, não só a projeção internacional, mas, acima de tudo, de querermos potenciar a nossa economia local, com outros públicos. Julgo que estas são as principais características que nos unem. Claro que, estamos a falar de estilos de vida e organizações completamente diferentes, mas de uma visão que se assemelha muito àquilo que nós, também, pretendemos para a Ribeira Grande”.

Martin é uma cidade no norte da Eslováquia, com cerca de 55 mil habitantes e 68 quilómetros quadrados de área territorial. Para além do seu passado, que conta com mais de 800 anos de história, é a nona maior cidade do país, sendo conhecida por ter uma das maiores universidades de medicina do território eslovaco, com mais de 2 mil alunos. Em termos económicos, a indústria assume-se como o principal setor, contando com fábricas de marcas de renome, como a Volkswagen e a ECCO. No inverno, a cidade de Martin é muito procurada por turistas, atraídos pelas suas montanhas e diversas estâncias de ski. “Acredito que existe, aqui, um ganho direto, não só pela partilha de experiência e conhecimentos, mas, também, para a própria economia local. Nós pretendemos potenciar estas relações e vamos começar a incentivar a organização de excursões para a Eslováquia, onde existem variadas estâncias de ski, com preços bastante atrativos, em articulação com agências de viagens locais. O caminho ficou aberto, assim como a possibilidade da Eslováquia fazer, igualmente, diversas excursões diretamente para a Ribeira Grande, o que vai potenciar a nossa economia local. Portanto, existe, aqui, o estreitar de relações institucionais e informais, que pode proporcionar outras vantagens para os ribeiragrandenses e vice-versa, que é o que esperamos fazer, pelo que ansiamos que este acordo veja a luz do dia já no próximo ano”, sublinhou Alexandre Gaudêncio.