Com uma vista privilegiada para o mar, o AguaViva situa-se na Aguda, cidade piscatória, onde, como não podia deixar de ser, o peixe é o rei da casa. A inspiração não podia ser outra além do mar e, por isso, o AguaViva apresenta uma nova imagem desde março.

Rui e Odete Caldeira, gerentes da Quinta da Boucinha, são os responsáveis do novo espaço. “A parceria começou no final de abril, início de maio. Os sócios gostavam que este espaço tivesse o êxito que não estava a ter”, afirmou Odete. O caminho ainda vai no início mas o percurso é longo. “Sei que vai ser muito difícil. Temos despesas físicas muito grandes e só sabemos que vamos trabalhar quatro meses muito bem e o resto tem que se trabalhar com mérito da nossa parte”.

Apesar de terem os mesmos responsáveis, a Quinta da Boucinha e o AguaViva marcam pela diferença. “Os locais são diferentes e vamos demarcar outro tipo de elite. Não é que nós não queiramos atingir todo o nível social, mas as pessoas têm que ter a consciência que o AguaViva é um espaço diferente.Temos que marcar isso e as pessoas têm que senti-lo. Enquanto na Quinta da Boucinha tenho jardins do século XVIII, aqui tenho um Atlântico fantástico”.

O espaço divide-se entre restaurante, piso superior, e bar, piso inferior. Sendo o peixe o rei da casa, a Orquestra AguaViva, composta por diferentes variedades de peixe, e o Robalo ao Sal são as especialidades da carta do restaurante. A realização de eventos privados é um objetivo dos responsáveis para aproveitar o amplo espaço, tendo uma zona reservada para a realização dos mesmos. Já o bar serve de apoio às piscinas com refeições mais ligeiras e cocktails.

 

 

Com a chegada do verão e da época balnear, aproveitar o espaço para a realização de eventos é uma prioridade da gerência. “O bar vai ter duas fases. Uma fase que é destinada ao apoio da parte das piscinas até às 19h, e outra fase das 19h até às 21h30, onde acontecem as happy hours.”

A realização de sunsets também está prevista para esta época às sextas, sábados e domingos. Quer seja para uma refeição ligeira ou para provar a especialidade da casa, a vista privilegiada do Oceano Atlântico já vale a pena a visita ao AguaViva.