A escritora e poetisa Manuela Bulcão foi jurada do IV Concurso da Francesinha promovido pelo Jornal AUDIÊNCIA e visitou, no passado dia 15 de abril, o ÁguaViva Restaurante & Bar, no âmbito da primeira prova do certame, para degustar o ex-líbris da Invicta com uma vista privilegiada sobre o mar.

 

 

O ÁguaViva Restaurante & Bar situa-se no complexo das Piscinas da Granja, na Praia da Granja, em Vila Nova de Gaia, e foi fundado em 2018, por Odete e Rui Caldeira, que para além de serem responsáveis por este espaço que tem uma vista privilegiada sobre o mar, também são gerentes da Quinta da Boucinha.

Neste espaço onde se respira oceano, a francesinha é feita como manda a tradição e, segundo Odete Caldeira, o segredo está “na qualidade dos ingredientes e no tempo de execução desta iguaria. Nós defendemos a qualidade em espaços que representam as nossas raízes. A francesinha é só uma e nós somos genuínos. A nossa iguaria é cuidada, o pão é feito pelo nosso padeiro e depois temos a mortadela que é da melhor qualidade, a linguiça e a salsicha fresca que vamos buscar ao Alexandre, ao Bulhão, o queijo que é nacional e tem uma boa percentagem de gordura e o bife que também é o melhor do mercado. O molho também tem a sua essência e é o mais fresco possível”.

“A francesinha é um ícone da gastronomia portuguesa e temos de manter esse ícone com qualidade. Não podemos oferecer ao turista aquilo que não é francesinha”, ressaltou a responsável por este Restaurante & Bar.

A iguaria portuense é um dos ex-líbris do ÁguaViva, mas não é a única especialidade, porque o peixe fresco é o rei da casa e uma grande referência. “Aqui, vamos sempre utilizar tudo o que for ligado ao mar. Nós temos peixe fresco grelhado na brasa e, no verão, a sardinha é um dos pratos mais procurados. A Orquestra ÁguaViva, composta por diferentes variedades de peixe, o Robalo ao Sal, o Bacalhau grelhado, o Bacalhau com Broa, as Lulas grelhadas e o Polvo à Lagareiro também são referências da nossa carta. Recentemente começamos a disponibilizar uma nova iguaria gastronómica, o sushi, algo a que os jovens estão a aderir bastante e vamos ter o próprio sushiman no bar a confecionar o nosso sushi”.

Inspirado no Atlântico, este espaço contempla um ambiente moderno, elegante, tranquilo e de partilha familiar, com o encanto de se localizar “em cima do mar, o que cria a bela sensação de estarmos a bordo de um navio”, explicou a gerente.

O ÁguaViva está a participar, pela primeira vez, no Concurso da Francesinha promovido pelo Jornal AUDIÊNCIA, que já vai na quarta edição. Odete Caldeira revelou, este propósito, que as expectativas são “vencer e conquistar, como não podia deixar de ser, a melhor francesinha de Vila Nova de Gaia”.

A escritora e poetisa Manuela Bulcão foi a jurada da primeira prova do certame e avaliou minuciosamente a apresentação da francesinha, a qualidade dos ingredientes, a confeção, o pão, o molho e as batatas fritas.

No final, a autora disse ao AUDIÊNCIA que “esta francesinha, sem dúvida, é fantástica. A qualidade dos produtos é excelente. Para já, foi a primeira, mas atrevo-me a dizer que será uma potencial vencedora”.

A pontuação final obtida pelo ÁguaViva Restaurante & Bar vai permanecer em segredo.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com