Os trofenses passaram a pagar aproximadamente menos 35% na fatura mensal da água, desde o passado dia 16 de julho. A redução da tarifa variável pode chegar aos 58% para aqueles que pertencem ao primeiro escalão. Acrescem, ainda, descontos na ordem dos 20% para clientes não domésticos e instituições. A decisão foi aprovada no passado dia 15 de julho, em reunião de Câmara, com a abstenção dos vereadores eleitos pelo Partido Socialista.

 

 

Segundo a Câmara Municipal da Trofa, os munícipes trofenses deixaram, desde o passado dia 16 de julho, de pagar “a água mais cara do país”, pois passaram a beneficiar de uma redução de cerca de 35% na sua fatura mensal. A redução da tarifa variável pode chegar aos 58% para aqueles que pertencem ao primeiro escalão. Acrescem, ainda, reduções na ordem dos 20% para clientes não domésticos e instituições.

A resolução é posta em prática depois de um processo de negociação do presidente da autarquia trofense, Sérgio Humberto, com a concessionária INDAQUA. O acordo impede que a empresa aumente os preços da água – exceto no caso de inflação anual – até ao final do contrato.

O pacote negociado inclui ainda a antecipação de investimentos importantes, que foram considerados essenciais pelo edil, ascendendo aos 1,4 milhões de euros, para que a Trofa atinja os 100% da Rede de Abastecimento de Água, em todas as Freguesias, até 2026.

Neste seguimento, o autarca afirmou que “estamos muito orgulhosos do trabalho levado a cabo pela autarquia neste processo, mas queremos, sem mais demoras, que esta vitória seja sentida nas casas, empresas e instituições de todos os trofenses. A nossa missão é fazer sempre mais e melhor na resposta aos nossos munícipes e temos a certeza de que este era um passo que precisava ser dado pelo reforço da qualidade de vida no nosso concelho”.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com