Inaugurado em 2020, após requalificação, o Campo da Mata do Café está agora totalmente iluminado, um investimento que não só irá permitir aumentar o número de horas disponíveis para a utilização desta infraestrutura, como potenciar a divulgação do basquetebol na população.

 

 

Num comunicado enviado às redações, a Associação de Basquetebol de São Miguel congratulou os serviços da ilha de São Miguel da Secretaria Regional das Obras Públicas de Comunicações pela iluminação do campo de basquetebol da Mata do Café. Segundo a associação, este é “um investimento público muito importante para aumentar o número de horas disponíveis na utilização da infraestrutura desportiva e de lazer”.

Recorde-se que a requalificação da Mata do Café, inaugurada em setembro de 2020, permitiu a criação de um espaço nobre para a prática do basquetebol, aproximando a modalidade da população. Este investimento público de cerca de 100 mil euros permitiu a recuperação de um espaço com 8 mil metros quadrados dotado de recinto para a prática desportiva, percursos pedonais, equipamentos lúdicos destinados a diversas faixas etárias, zona de equipamentos de manutenção e equipamentos dedicados a crianças, além de, entre outros, um parque de estacionamento de apoio.

“Espaços destes são importantes em qualquer localidade para aproximar o basquetebol dos mais novos e proporcionar convívio entre diferentes gerações em torno da prática desportiva”, afirma a associação no comunicado acrescentando que o desafio agora passa por “construir, reconverter, remodelar ou adaptar os espaços físicos adequados à instalação de um campo de basquetebol no segmento 3×3 com as dimensões mínimas de 15×11 metros e que correspondam às regras internacionais do jogo”.

“É objetivo desta direção da Associação de Basquetebol de São Miguel incentivar entidades e parceiros a desenvolverem projetos que contemplem a construção de campos de basquetebol, podendo beneficiar dos apoios da Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB), através do projeto 3×3 BasketArt, desenvolvido no quadro do seu Programa Nacional de Promoção da modalidade, que procura desafiar todos os municípios do país a constituir-se como parceiros da FPB na promoção de estilos de vida saudáveis dos seus habitantes, através da prática informal do basquetebol 3×3”, referem.