O deputado independente da Assembleia Municipal de Valongo Celestino Neves foi esta quarta-feira, 8 de fevereiro, condenado a uma multa de 1.820 euros por difamar o presidente da Câmara Municipal de Valongo e a pagar indemnizações de 8.000 euros ao visado e de 10.000 ao Município.

Além disso, o Tribunal de Valongo condenou o arguido a retratar-se publicamente e pedir desculpas na sua página pessoal do Facebook, no seu blogue “A Terra Como Limite” e em dois jornais, um de âmbito nacional e outro regional.

“Sou um cidadão que é Presidente de Câmara e não pode estar diminuído porque alguém se lembra de lhe lançar insultos ou difamações. Tenho o direito como cidadão e como autarca de pedir justiça e fico feliz por se fazer justiça”, disse José Manuel Ribeiro.

Em reação a esta condenação, o autarca frisou ainda que “todos têm direito ao bom nome, à boa imagem e à honra”.

“Esperava que se fizesse justiça. O direito à honra é algo muito importante na vida em sociedade”, acrescentou o presidente da Câmara Municipal de Valongo.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com