No segundo mês do ano, a Cruz Vermelha da Trofa, que na sua ajuda à comunidade conta com o apoio da autarquia trofense, apoiou, em excedentes alimentares, 1031 pessoas, com mais de 15 mil alimentos. Segundo a IPSS, Fevereiro fica, também, marcado pelo aumento de refeições servidas na Porta de Sabores e o aumento de pedidos de apoio em medicamentos.

 

 

A Cruz Vermelha da Trofa, que no seu trabalho de apoio à comunidade conta com o apoio do município trofense, registou, no mês de fevereiro, o mesmo número de pedidos de emergência alimentar do mês de janeiro, nomeadamente 24 pedidos de apoio de emergência alimentar, correspondentes a pedidos de ajuda de 65 pessoas e a um apoio com 2360 alimentos.

Segundo a instituição, o mês transato ficou, também, marcado pelo “aumento de refeições servidas na Porta dos Sabores, mais especificamente 436 refeições para 26 pessoas diárias. Já os Frigoríficos Solidários, espalhados por vários pontos do concelho, «distribuíram» 1110 alimentos”.

Através dos excedentes alimentares, a Cruz Vermelha do município da Trofa apoiou uma instituição com mais de 15 mil alimentos, beneficiando 1031 pessoas. Já no que concerne à roupa e ao calçado, a IPSS “apoiou 9 famílias, com 195 peças, ao passo que em medicamentos e ajudas técnicas o registo é de apoio a 18 famílias, com 45 embalagens de medicamentos. O Programa Operacional de Apoio às Pessoas Mais Carenciadas deu resposta às necessidades de 171 famílias e 455 pessoas”, sublinhou a instituição, ressaltando que “garantiu 13 consultas de acompanhamento psicológico e a adesão de 22 novos participantes na iniciativa AGIR”.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com