A edição de hoje é totalmente preenchida com a solução “oficial” da Prova nº 2 do Torneio de Iniciação A. Raposo e com as pontuações alcançadas pelos nossos “detetives” na Prova nº 1, de que resulta a primeira classificação dos dois grupos que compõem o torneio.  Por outro lado, chama-se a atenção para a presença da nossa secção em dois locais do espaço cibernético, onde se pode ir acompanhando todas as incidências do torneio, nomeadamente as pontuações obtidas por todos os “detetives” em cada um dos enigmas, logo que seja divulgada a respetiva solução de autor.

É o que acontece exatamente com o enigma que constitui a Prova nº 2 deste nosso torneio, de que, por dificuldades de espaço, só poderemos dar conhecimento das pontuações alcançadas pelos “detetives” em competição numa próxima edição da nossa secção, mas que podem ser consultadas a partir deste momento no blogue Local do Crime e no sítio Clube de Detectives, onde também já constam as classificações da Prova nº. 1 que hoje se publicam. Disso mesmo damos nota no fecho desta edição, onde são divulgados os endereços daqueles dois locais do espaço cibernético.

Esta ideia foi implementada após dois “detetives”, terem estranhado o atraso na publicação das pontuações da primeira prova, cuja solução de autor foi desvendada já há algumas semanas.

 

TORNEIO DE INICIAÇÃO A. RAPOSO

Solução da Prova nº. 2

“Memórias de Tempicos (Férias em Paris)”, de Raposo & Lena

A história com asas é a Vitória da Samotrácia.

As moedas relatadas existem.

As inverdades são:

– A Vénus de Milo foi encontrada assim como está. Não houve vandalismo no Louvre que a tenha danificado.

– Na Idade de Média (476 a 1453) não se tinha ainda chegado às Américas de onde vieram novas coisas, entre as quais o tomate vermelho. Um quadro daquele tempo não poderia ter pintado tomates, que só chegaram à Europa após 1500.

– O Arco do Triunfo que está junto ao Louvre, nos Jardins das Tulherias, existe e foi lá mandado colocar por Napoleão Bonaparte. Para se não confundir com o da Place da l’Étoile, chama-se du Carroussel.

– Na Praça da Concórdia está o monumento chamado O Obelisco. Foi trazido do Egito, oferecido por Memet Ali, vice-rei. Foi colocado em 1836. Não foi Napoleão o responsável. Quando lá foi colocado, já Napoleão estava na “reforma eterna”, pois morreu em 1821.

– Napoleão não ganhou a batalha de Waterloo. Perdeu-a. Ninguém constrói monumentos às suas próprias derrotas!

 

TORNEIO DE INICIAÇÃO A. RAPOSO

PONTUAÇÕES/CLASSIFICAÇÕES (após 1ª. Prova)

Grupo de Iniciados

Apresentaram propostas de solução para o problema que constituiu a primeira prova do torneio 25 (vinte cinco) “detetives” estreantes ou com menos de 3 (três) anos de experiência na decifração de enigmas policiários, tendo a maioria obtido a pontuação máxima. Os restantes concorrentes deixaram pelo caminho alguns preciosos pontos, mas ainda há muito tempo para retificar os erros agora cometidos e disputar os primeiros lugares da classificação final.

1ºs. Agata Cristas, Beira-Rio, Broa de Avintes, Charadista, Detetive Bruno, Dragão de Santo Ovídio, Faina do Mar, Mascarilha, Mosca, Oluap Snitram, Pequeno Simão, Principe da Madalena, Santinho da Ladeira e Tó Fadista: 10 pontos;

15ºs. Bota Abaixo, Chico da Afurada, Mancha Negra, Martelo, Moura Encantada, O Madeirense e Solidário: 9 pontos;

22º. Inspetor Mostarda, Visconde das Devesas, Zurrapa Verde: 8 pontos.

25º. Mula Velha: 7 pontos.

 

Grupo Especial

Apresentaram propostas de solução ao enigma da primeira prova do torneio 17 (dezassete) “detetives” com mais de 3 (três) anos de experiência na decifração de problemas policiários, alguns com um percurso de grande brilhantismo e com uma invejável galeria de prémios conquistados nos mais diversos torneios. Embora neste grupo sejam apenas distinguidas em cada prova as três “melhores soluções”, cumpre-nos registar com imenso agrado que quase todos os concorrentes se apresentaram em grande nível, tornando extremamente difícil a tarefa de avaliação do orientador da secção, obrigando-o a várias releituras de diversas soluções, o que o levou a tomar a decisão de atribuir extraordinariamente 3 (três) pontos a mais sete concorrentes, conforme tabela que se segue.

1º. Detetive Jeremias: 10 pontos;

2º. Inspetor Mucaba: 8 pontos;

3º. Inspetor Moscardo: 5 pontos;

4ºs. Haka Crimes, Holmes, Madame Eclética, Ma(r)ta Hari, Pena Cova, Talismã e Zé de Mafamude: 3 pontos;

11ºs. Amiga Rola, Arc Anjo, Carlota Joaquina, Inspetor Guimarães, Inspetor Madeira, Necas e Vitinho: 0 pontos.

 

O DESAFIO DOS ENIGMAS NO CIBERESPAÇO

Os nossos leitores podem acompanhar a todo o momento o Torneio de Iniciação A. Raposo no espaço cibernético, através do site Clube dos Detectives (clubedosdetectives.pt) e do blogue Local do Crime (localdocrime.blogspot.com), onde são publicados regularmente todos os problemas e respetivas soluções “oficiais”, bem como as pontuações obtidas pelos concorrentes em cada prova.

 

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com