O Movimento de Cidadãos Eleitores “Esta é a nossa Praia”, grupo independente que se candidatou, nas últimas eleições autárquicas, à Câmara e Assembleia Municipal da Praia da Vitória, constituiu-se, no passado dia 2 de junho, como associação sem fins partidários, com o intuito de promover o estado e debate dos problemas relativos ao desenvolvimento económico, social e cultural do concelho.

 

 

No seguimento das eleições ocorridas no passado dia 26 de setembro, o Movimento de Cidadãos Eleitores “Esta é a nossa Praia”, liderado pelo economista Tiago Ormonde, conseguiu eleger dois deputados à Assembleia Municipal da Praia da Vitória.

Na altura, o objetivo era, segundo Tiago Ormonde, “fazer mais e melhor pelo concelho”, porém, desde o passado dia 2 de junho, “em resposta às disputas políticas e aos interesses partidários que, ultimamente, têm denegrido a imagem da nossa Praia da Vitória”, visa agora “promover o estudo e o debate, quanto aos problemas do desenvolvimento económico, social e cultural, bem como a organização e funcionamento das instituições públicas e privadas” do concelho.

Assim, o Movimento de Cidadãos Eleitores transformou-se na Associação Esta é a Nossa Praia, composta pelos elementos que integraram as listas à Câmara e Assembleia Municipal, que nasceu a partir da intenção de contribuir para o desenvolvimento da localidade e está aberta a todos os interessados.

“A Associação é uma pessoa coletiva de direito privado, independente, sem fins lucrativos nem partidários, que tem como finalidade geral promover o estudo e o debate quanto aos problemas do desenvolvimento económico, social e cultural, bem como a organização e funcionamento das instituições públicas e privadas da Praia da Vitória”, lê-se no Artigo 2º dos Estatutos, segundo Tiago Ormonde,

São ainda objetivos da instituição o incentivo à formação de núcleos promotores do desenvolvimento da Praia da Vitória, à criação de núcleos de documentação e informação, bem como a elaboração e difusão de publicações relacionadas com os problemas da localidade, a cooperação e convivência dos seus associados, no sentido de lhes proporcionar, pelo trabalho em comum, a conceção e realização de iniciativas tendentes a promover o desenvolvimento económico, social e cultural, a organização de cursos, encontros, debates, colóquios e seminários respeitantes aos fins visados pela Associação e a análise de setores económicos, sociais e culturais, equacionando e propondo soluções.