No dia 17 -06- 2018 pelas 15 h00 o Rancho Folclórico do Centro Popular de Trabalhadores do Areinho de Oliveira do Douro realizou o seu II Bienal de Folclore o local escolhido para o evento foi o Lugar do Areinho, o local mais antigo da Freguesia a simbiose perfeita junto ao rio Douro, uma paisagem maravilhosa para desfilar e atuar todos os Ranchos convidados .

O Rancho Folclórico do Centro Popular de Trabalhadores do Areinho foi fundado 01-12- 1963 é composto por 50 elementos, representa o Douro Litoral, os seus costumes, tradições e representa com orgulho as suas raízes , as suas gentes com uma recolha minuciosa de reportório baseado em vivências daquela época .

No começo foi chamado ao tabuado todos os Ranchos para a imposição das fitas colocadas pelo Senhor Presidente da Junta de Freguesia de Oliveira do Douro ; ( Dário Soares Freitas da Silva ); César de Oliveira Presidente das Coletividades de Vila Nova de Gaia; Vereador da Câmara de Gaia Elísio Pinto; Presidente da Assembleia da Freguesia António Miguel Fernades; todos tiveram uma pequena intervenção onde felicitaram o Rancho e toda a sua atividade Cultural em beneficio da Freguesia de Oliveira do Douro.

 

 

O Rancho teve uma particularidade original que encantou toda assistência, o palco estava muito bem decorado e foi colocado um barco com as suas redes, que dava um colorido pitoresco ao evento e simbolizava com muita graciosidade a vida do pescador na sua Barca Rabela e para culminar todo este quadro a cantadeira , que cantou à capela para todos os presentes um poema que era no fundo uma prece a pedir proteção ao seu marido na faina da pesca do rio.

O programa da II Bienal de Folclore foi composta por: Grupo Folclórico Cultural e Recreativo de Albergaria-a- Velha ( Distrito Aveiro ); Grupo Folclórico Etnográfico de Belide ( Condeixa Distrito Coimbra ); Rancho Folclórico do Centro Popular de Trabalhadores do Areinho Vila Nova de Gaia ( Distrito do Porto ); Associação Etnográfico ” Os Serranos ” Águeda ( Distrito Aveiro ); Grupo Folclórico da Casa do Povo de Arões Fafe ( Distrito Braga ).

A Rancho da casa no inicio da sua atuação mais uma vez surpreendeu pela beleza da representação de duas lavadeiras que representaram fielmente o que se passava nos ribeiros antigamente. O quadro foi perfeito e motivou velhas recordações e memórias da mocidade bem guardadas no coração de muito boa gente que assistia e se divertia com tão brilhante desempenho, motivou uma desgarrada que alegrou e fez recordar o passado. Um Rancho é muito mais que danças e cantares é História e vivências, experiências passadas que com muita dedicação conseguem preservar memórias de uma Terra simpática e hospitaleira como é a Freguesia de Oliveira do Douro.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com