Caríssimos leitores dos jornais AUDIÊNCIA GP GRANDE PORTO e AUDIÊNCIA RIBEIRA GRANDE

Ilustres convidados e premiados

Amigos de ontem, de hoje e de amanhã

Um abraço a todos na suprema oportunidade que este momento nos proporciona.

 

A primeira mensagem vai para todos aqueles que não receberam convite para estarem hoje aqui presentes. É uma iniciativa atípica, a que o meu estado de saúde, de risco elevado e potencial colapso, transtornaram as regras mais elementares de proximidade e abrangência a todos os cidadãos de boa vontade. Peço que se sintam aqui connosco, porque sois tão importantes quantos os que estamos aqui neste momento.

 

Palavras de apreço para aqueles que não estando aqui presentes hoje, por motivos diversos, não deixarão de colocar os pés nos Açores mostrando solidariedade com a iniciativa. João Paulo Correia, deputado reeleito, para a Assembleia da República, que se desloca propositadamente de Lisboa e chega amanhã pela manhã e António Moreira Domingues e esposa que a Covid 19 surpreendeu e por via disso aterram em São Miguel, no próximo dia 12.

 

Aos dois distinguidos, com o Troféu AUDIÊNCIA, que não podem hoje comparecer: Ernesto Santos, ilustre cidadão da cidade do Porto, atual presidente da Junta de Freguesia de Campanhã, internado em estado delicado num hospital da cidade. A sua dedicação em prol do bem comum é credor dos mais rasgados elogios. Caro Ernesto Santos espero em breve poder entregar-lhe pessoalmente tal distinção que não é mais do que um incentivo para continuar a lutar e um agradecimento por tudo o que tem feito por quem mais precisa. Precisamos de si e contamos consigo!

 

O Parque Mayer comemora este ano 100 anos. Não faltarão elogios à data, mas afirmo-o, sem qualquer dúvida, que tal só acontece porque um homem se levantou e impediu o seu encerramento. Hélder Freire Costa é o principal responsável por hoje a baixa de Lisboa ter este espaço emblemático aberto à cultura. Não está cá hoje, mas virá à Ribeira Grande, em breve, para receber tão justo Troféu.

 

A todos vós que nesta noite se predispuseram a estarem presentes o meu agradecimento. São momentos como este que nos fazem acreditar que ser humano é possível!

 

Os Troféus, da autoria da escultora gaiense Margarida Santos, estão já na posse de centenas de cidadãos e instituições espalhados um pouco por todo o mundo.

Há 18 anos que esta foi a fórmula que encontramos para dizer, em vida, obrigado às pessoas e instituições pelo trabalho que desenvolvem. Não olhamos aos títulos mas à genuinidade e valor dos seus contributos e atributos.

Parabéns a todos os vencedores e que este Troféu vos encoraje a continuar e a procurarem a levar a vossa missão ainda mais longe para bem de cada um e de todos.

Aos vencedores de 2020 e hoje no jantar que no ano passado não houve as palavras anteriores são, também, vos dirigidas.

 

 

No próximo dia 20 de março pelas 12,00 horas na Quinta da Boucinha em Vila Nova de Gaia teremos o “Almoço da Primavera”. Este ano o tema principal será “Ribeira Grande e os Açores no contexto nacional e internacional” e teremos como orador, Alexandre Gaudêncio, presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande. Será um momento mobilizador e deixo aqui o convite para quem quiser e puder marcar presença.

Para além do requinte do repasto a eloquência do orador que tornarão o “Sabor das Palavras” em algo de sublime e de interesse irrefutável.

 

Aproveitarei este dia, SE DEUS QUISER, para anunciar a minha substituição como executivo no projeto AUDIÊNCIA. Vou continuar a exercer funções não executivas e de representação. A vida prega-nos rasteiras, mas temos de ter a coragem para as ultrapassar. Espero conseguir!

Tenho pressa em viver. Sei que tenho ser hábil, mas quero abraçar os portugueses e mostrar que o dinheiro não é tudo (ajuda muito!) e concretizar, ainda, alguns sonhos no AUDIÊNCIA.

 

 

Juntar os 6 concelhos de São Miguel num grande evento comum. Visitar as 9 ilhas dos Açores e agarrar no melhor das pessoas e instituições e agradecer-lhes e encorajá-los a prosseguirem.

Levar um grande evento aos Estados Unidos (Fall River, East Providence…). Levar a mensagem aos nossos emigrantes quanto orgulho temos nos seus sucessos.

Não esquecer o Canadá, talvez Toronto, Brampton, Mississagua, Cambridge…e levar o calor português ao enorme país da América do Norte.

Temos de partilhar vivências e perceber que a vida é para ser vivida.

 

Como se faz?

Talvez estas Galas tenham de passar a ser bi-anuais e serem o motor do encontro dos corações portugueses.

 

Quero estar mais na Trofa! A minha saída de funções executivas me libertem para me tornar mais trofense até porque vem aí um momento histórico: Inauguração do edifício da Câmara Municipal.

 

Quero voltar a viver Gaia. Tenho tantas saudades. A minha Gaia…por favor deixem-me chorar de alegria mergulhando meu rosto no salgado Atlântico ou no Douro que me viu nascer. Quero voltar à Ribeira de Gaia e do Porto. Quero voltar a ser criança, com os conhecimentos dos meus 62 anos.

 

Obrigado pela vossa presença e conto convosco, SEMPRE!