A JSD nacional, em articulação com a JSD/Açores e também com a JSD/Madeira questionou o Governo da República durante a Comissão de Educação, Ciência, Juventude e Desporto sobre a situação dos estudantes açorianos que estão matriculados em instituições de ensino superior do continente, “que se encontram atualmente na Região, e que têm de se apresentar nas escolas para realizar exames presenciais”, como explicou Flávio Soares, presidente da JSD/Açores.

“Trata-se de uma situação sobre a qual o Governo tem deliberadamente fechado os olhos”, criticou a presidente nacional da JSD, Margarida Balseiro Lopes, lembrando que o princípio da continuidade territorial que consta dos respetivos estatutos político-administrativos das duas regiões autónomas “impõe que seja dada uma resposta por parte do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior”.

Flávio Soares destacou, ainda sobre este assunto, que os alunos se deparam com a “obrigatoriedade de apresentação para realizar exames presenciais nas instituições de ensino que frequentam, não conseguindo, ao mesmo tempo, deslocar-se da sua ilha devido às restrições impostas no âmbito da pandemia”.

Segundo a líder da Juventude Social Democrata, esta situação “tem de ser solucionada, sob pena de criar uma situação de profunda desigualdade que prejudica injustificadamente os estudantes de ambas as regiões autónomas”.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com