Desde o século IV que os cristãos celebram o Natal a 25 de dezembro. As festas vão até dia 6 de janeiro, data em que se comemora o Dia de Reis e também da Epifania do Senhor.

 

 

 

 A Origem do Natal

Celebrado a 25 de dezembro, o Natal simboliza o nascimento de Jesus Cristo. É nesta data que os cristãos comemoram o seu nascimento. No entanto, em países ortodoxos, a data é celebrada a 7 de janeiro.

Nem sempre foi assim. Há muito tempo, comemorava-se o nascimento de Jesus duas vezes. A data tal como a conhecemos foi estabelecida no século IV pelo Papa Julius.

Embora não existam documentos históricos que comprovem o nascimento de Cristo, a escolha do dia 25 de dezembro pode ser explicada por ser nesta data que se realizavam as festas pagãs. Era neste dia que os romanos comemoravam o solstício de inverno, homenageando o deus Sol (‘natalis invicti solis’) e pedindo fartura.

 

O nascimento do Menino Jesus

Jesus Cristo nasceu em Belém, na Palestina. Era filho de José e de Maria. Seu pai era judeu e viajava com Maria de Nazaré até Belém, pelas margens do Rio Jordão, para participarem num censo que seria realizado pelo Império Romando. Nesta viagem de 140 quilómetros, Maria fez a viagem montada numa mula.

Ao chegar à cidade, Maria e José não conseguiram lugar na hospedagem. Por esse motivo, foram reencaminhados para um estábulo, onde Maria deu à luz Jesus.

Logo após o seu nascimento, a sagrada família foi visitada pelos três reis magos: Melchior, Baltazar e Gaspar que, segundo a Bíblia, foram guiados pela Estrela de Belém até ao local. Ao chegarem, ofereceram à família ouro, incenso e mirra.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com