O grupo EGF, líder no tratamento e valorização de resíduos em Portugal, do qual faz parte a Suldouro, foi consagrado, no passado dia 19 de novembro, com o Prémio de Reconhecimento de Práticas em Responsabilidade Social, no âmbito da Semana da Responsabilidade Social, que é organizada pela Associação Portuguesa de Ética Empresarial (APEE), em parceria com a Global Compact Network Portugal. Na iniciativa, que foi dedicada ao tema “2020-2030: A Década da Sustentabilidade”, o grupo foi, ainda, distinguido com uma Menção Honrosa atribuída à campanha #PREVENIRCOVID19.

 

 

A cerimónia, que foi dedicada ao tema “2020-2030: A Década da Sustentabilidade”, integrou a 15ª edição da Semana da Responsabilidade Social®, uma iniciativa, que é organizada pela Associação Portuguesa de Ética Empresarial (APEE), em parceria com a Global Compact Network Portugal e que, todos os anos, congrega representantes governamentais, líderes empresariais, especialistas e organizações da sociedade civil, para debater os grandes temas relativos à ética, à responsabilidade social e à sustentabilidade.

O grupo EGF, líder no tratamento e valorização de resíduos em Portugal, do qual faz parte a Suldouro, foi consagrado, no passado dia 19 de novembro, com o Prémio de Reconhecimento de Práticas em Responsabilidade Social e foi, ainda, distinguido com uma Menção Honrosa atribuída à campanha #PREVENIRCOVID19, no âmbito do evento, que contou com a participação do secretário de Estado do Tesouro, Miguel Cruz.

A campanha “Toneladas de Ajuda” mobilizou em 2019 um total de 250 instituições, tendo sido recolhidas mais de 734 toneladas de embalagens para reciclar, o que permitiu distribuir cerca de 70 mil euros em apoios sociais. A campanha mantém-se ativa em 2020 e com a mesma lógica de apoiar e promover comportamentos ambientais adequados, junto das instituições.

Por outro lado, #PREVENIRCOVID19 consistiu numa campanha que foi desenvolvida no início da pandemia, num cenário de grande incerteza, através da qual a EGF colocou em prática uma estratégia de comunicação, com o cidadão, suportada nas redes sociais, dando informações precisas e úteis sobre o que fazer aos resíduos urbanos na primeira vaga de confinamento, para, assim, corrigir comportamentos errados, que estavam a colocar em causa a operação no terreno. Esta iniciativa contou com a participação ativa dos trabalhadores, que se envolveram nas campanhas e mostraram, ao vivo, o trabalho que realizam todos os dias.

Os galardões foram recebidos por Emídio Pinheiro, presidente do Conselho de Administração da EGF, que afirmou que “os projetos premiados fazem parte de uma estratégia de comunicação ambiental e social articulada com os 174 municípios acionistas e clientes das concessionárias da EGF, onde também se inclui a mais recente campanha, ainda a decorrer, chamada ‘O FUTURO DO PLANETA NÃO É RECICLÁVEL’, mas também o Programa Ecovalor para as escolas, o EcoEventos, o Comércio e Mercados a Reciclar ou a APP Recycle BinGo. Apelo à vossa participação nestas iniciativas, porque todos somos parte e porque, de facto, o futuro do planeta não é reciclável”.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com