O Café Restaurante O Tosco concorre pela segunda vez ao Concurso da Francesinha promovido pelo Jornal AUDIÊNCIA, mas desta vez apresenta duas francesinhas à avaliação do júri: a tradicional e a vegan.

 

O Tosco está situado no coração da cidade de Vila Nova de Gaia, na Rua 14 de Outubro, e a francesinha, pelas mãos do proprietário, Luís Sebastião, é um dos ex-líbris da casa.

Luís Sebastião é natural de Sintra mas mudou-se para Vila Nova de Gaia com a esposa, ela sim gaiense. Diz que o amor pela culinária nasceu quando ainda era muito novo, tanto que aos 10 anos já cozinhava em casa e fazia doces. Depois de trabalhar vários anos no estrangeiro, acabou por experimentar o mundo da restauração, onde ficou dez anos como funcionário, e só depois abriu o seu negócio.

“O molho, os enchidos e a qualidade do bife são o segredo de uma boa francesinha”, garantiu Luís Sebastião. N’O Tosco, Luís apresentou-nos duas francesinhas: a tradicional e a vegan, uma aposta com cerca de dois anos, que tem agradado muito a quem opta por esta versão sem produtos animais. No entanto, é na qualidade dos produtos, tanto numa versão como na outra, que Luís Sebastião aposta. “A nossa francesinha tradicional é feita com os enchidos da Salsicharia Leandro, o bife de alcatra e o molho fui eu que criei, já há uns anos que andava a aperfeiçoar para chegar ao molho que temos hoje. É uma francesinha com qualidade para participar em qualquer concurso de francesinhas”, referiu o proprietário d’O Tosco. No que diz respeito à francesinha vegan, Luís admite que não a tem sempre disponível, uma vez que se trata de ingredientes muito específicos e que se estragam com facilidade, no entanto, por encomenda, faz na quantidade necessária, mesmo que se trate apenas de uma. “Criamos a francesinha vegan em 2019 quando participamos no Festival da Francesinha no Cais de Gaia. Pediram-nos para criar uma francesinha vegan, criamos esta, 100% vegan, em bolo do caco, pão tradicional da Madeira, diferente da tradicional”, completou Luís Sebastião.

Este é o segundo ano que O Tosco entra na competição da Melhor Francesinha do Jornal AUDIÊNCIA e apesar de ansiar vencer, Luís garantiu que concorre principalmente pela publicidade e visibilidade que dá ao seu estabelecimento.

Além da rainha do prato do Porto, a francesinha, O Tosco tem uma variedade de snacks saborosos como pregos, alheiras, cachorros e hambúrgueres. “Também temos um hambúrguer com 30cms de diâmetro, que dá perfeitamente para duas pessoas, cada hambúrguer pesa entre um quilo e um quilo e duzentos”, explicou o proprietário. Além destes snacks o restaurante tem pratos do dia e é conhecido pela sua picanha, costeletão de novilho, cozido à portuguesa, cabrito assado no forno, sendo que em todos os pratos, Luís Sebastião garante que o importante é “a carne de qualidade”

Manuela Bulcão, júri do concurso, gostou de ambas as francesinhas, mas elogiou principalmente a opção vegan, por se tratar de algo diferente, inovador e necessário para uma maior inclusão das pessoas na gastronomia tipicamente portuguesa.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com