A XVII Gala AUDIÊNCIA decorreu no passado dia 7 de fevereiro e, à semelhança do ano transato e contrariamente ao tempo pré-pandémico, não se realizou no emblemático Teatro Ribeiragrandense, mas, sim, na célebre Associação Agrícola de São Miguel, em Rabo de Peixe, devido aos constrangimentos impostos pela covid-19. Assim, foram homenageadas, com o Troféu AUDIÊNCIA, 22 individualidades e instituições oriundas do arquipélago e no Norte do país, pela primeira vez, à mesa, entre sabores açorianos.

 

 

Tal como o diretor do Jornal AUDIÊNCIA, Joaquim Ferreira Leite, nos habituou, a XVII Gala começou religiosamente às 20 horas do dia 7 de fevereiro. Porém, ao contrário do que acontecia tradicionalmente, o evento trocou o palco do Teatro Ribeiragrandense por um emblemático jantar na Associação Agrícola de São Miguel, em Rabo de Peixe.

Esta Gala, que agraciou 22 individualidades e instituições foi conduzida, tal como é frequente, pelas apresentadoras Maria dos Anjos Avelar e Manuela Bulcão, que, sem hesitar, inauguraram a noite com elogios ao trabalho desenvolvido pelo Jornal e felicitaram o seu diretor.

O primeiro nome a ser chamado ao púlpito, para realizar o discurso de abertura da cerimónia, foi Alexandre Gaudêncio, presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, que aproveitou a ocasião para cumprimentar Joaquim Ferreira Leite e saudá-lo pela iniciativa e as amizades que gera. “Isto não seria possível se não o tivéssemos connosco e, principalmente, o seu projeto do Jornal AUDIÊNCIA, e tem sido precisamente este jornal que tem permitido esta ligação ao Norte do país. (…) Realmente é uma pessoa a quem nós devemos muito”, ressaltou o edil, deixando um convite no ar: “espero que, assim que a pandemia o permitir, possam vir cá, com mais assiduidade e fazendo votos para que a Ribeira Grande vos receba sempre de braços abertos”.

Seguidamente, Maria dos Anjos Avelar e Manuela Bulcão voltaram a assumir o comando da cerimónia e apresentaram o primeiro premiado da noite. preservado pelo seu filho, Nuno Valente, e que prima pela gastronomia portuguesa. Por ser uma referência na cidade Invicta e por uma vida de trabalho, obstáculos e sacrifícios, José Gonçalves, proprietário do restaurante Pedro dos Frangos, foi o vencedor do Troféu Gastronomia & Lazer 2021. Depois, procedeu-se à entrega do Troféu Gestão & Criatividade 2021, que foi atribuído a Sérgio Araújo, vereador da Câmara Municipal da Trofa, por acreditar que cabe à sua geração elevar e estruturar a política para o futuro. De seguida, as apresentadoras chamaram Isabel Cruz, presidente da Assembleia Municipal da Trofa, para receber o Troféu Cidadania & Dedicação 2021, por conjugar os papéis de mulher, filha, esposa, mãe, amiga, avó, professora e autarca. Já o Troféu Filarmónica 2021 foi conferido à Sociedade Recreativa Filarmónica Nossa Senhora das Vitórias, por ser uma parte imprescindível do cenário musical, cultural e etnográfico da Região Autónoma dos Açores, e recebido pelo maestro Carlos Cimbron. Pelos títulos e medalhas conquistados em tenra idade e pelo futuro brilhante que o espera, Rui Cansado foi o quinto galardoado da noite e recebeu o Troféu Desporto 2021. Por sua vez, o Troféu Sinal dos Tempos 2021 foi atribuído a Sónia Pereira, pela sua criatividade, mérito e trabalho reconhecido. Evangelina Alves, mãe da premiada Catarina Alves, recebeu o Troféu Artes & Letras 2021, uma vez que esta se encontrava infetada pela covid-19 e não pôde comparecer no evento. Ao nível do Troféu Tradição & Inovação 2021, a premiada foi a Festa da Flor, da Ribeira Grande, por ser um dos eventos âncora da cidade, dinamizar a economia local e levar além-fronteiras o nome da Ilha de São Miguel, através do turismo. O galardão foi entregue a Alexandre Gaudêncio, presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande. A distinguida com o Troféu Economia & Investimento 2021, por prestar um serviço de excelência, sem custos, ajudando as famílias a procurar a máxima poupança possível, foi a empresa Roberto Melo Sociedade Unipessoal Lda.. No seguimento da cerimónia, pelo que tem feito em prol do desenvolvimento dos mais novos a Escola Básica e Secundária do Nordeste foi premiada com o Troféu Educação & Ensino, que foi recebido por António Rocha, diretor do Conselho Executivo desta instituição. Pelo trabalho diário na transformação dos serviços bancários e financeiros de máxima qualidade e segurança, a Caixa de Crédito Agrícola Mútuo dos Açores foi a vencedora do Troféu Instituição 2021 e recebeu o galardão, o membro do Conselho de Administração da empresa, Luís Lindo. Para finalizar a primeira parte da entrega de prémios, foi chamado Cipriano Castro, presidente da Junta de Freguesia de Avintes, para ser reconhecido, por cumprir com mérito a tarefa exigente de liderar aquela que se assume como sendo a Vila da Broa, com o Troféu Presidente de Junta de Freguesia 2021.

Antes do emblemático jantar começar a ser servido, a jornalista Sara Tavares Almeida leu o discurso do diretor do Jornal AUDIÊNCIA, Joaquim Ferreira Leite, que, por motivos de saúde, decidiu poupar-se à emoção do momento. O discurso emotivo evidenciou a vontade de “juntar os seis concelhos de São Miguel num grande evento comum. Visitar as nove ilhas dos Açores. (…) Levar um grande evento aos Estados Unidos (Fall River, East Providence…). Levar a mensagem aos nossos emigrantes, demonstrando quanto orgulho temos nos seus sucessos. Não esquecer o Canadá, talvez Toronto, Brampton, Mississagua ou Cambridge, levando o calor português ao enorme país da América do Norte”. Para além disso, o diretor deste órgão de comunicação anunciou aos presentes, que, em breve, será substituído no seu papel de executivo no projeto AUDIÊNCIA, mas que não se afastará das funções não executivas e de representação.

Antes da sobremesa, foram apresentados os últimos vencedores da noite. Pela sua vida dedicada a Deus e ao próximo e pelo trabalho que tem desenvolvido nas quatro paróquias de Vila do Conde, que lhe foram confiadas, o distinguido com o Troféu Novos Horizontes 2021 foi o Padre Bruno Ávila. Por sua vez, o Troféu Ideias & Projetos 2021 foi atribuído ao Centro de Atividades Ocupacionais (CAO) da Santa Casa da Misericórdia da Horta, pelo trabalho de desenvolvimento de atividades orientadas para a estimulação cognitiva e motora e pelas novas experiências e horizontes que proporciona. Para receber o galardão, esteve presente o provedor Marco da Silva. Depois, o Troféu Exemplo & Vida 2021 foi concedido a Joaquim Leite, pelo percurso dedicado às duas rodas e à terra que o acolheu. Por uma vida de quase 58 anos como homem do teatro, pela sua coragem e pela forma como sempre enfrentou as adversidades, Hélder Freire Costa foi o vencedor do Troféu Cultura & Espetáculo 2021. Por razões de força maior, o empresário teatral não conseguiu estar presente na Gala. No seguimento do evento, o Troféu Empreendedorismo 2021 foi atribuído à Mercadona, por aliar um modelo de negócio de sucesso ao apoio a inúmeras instituições, com alimentos e bens de primeira necessidade. Joana Ribeiro, diretora de Relações Externas da Mercadona no Distrito do Porto, viajou até à Ribeira Grande para receber o prémio. Pelo seu percurso e pela contribuição para a ligação entre os Açores e a diáspora portuguesa espalhada pelo mundo, o agraciado com o Troféu Portugalidade 2021 foi José Andrade, diretor Regional das Comunidades do Governo dos Açores. Posteriormente, Jaime Rita, ex-autarca e atual presidente da Casa do Povo da Maia, foi distinguido com o Troféu Autonomia 2021, pelo seu trabalho e dedicação à comunidade e por ser um acérrimo defensor da Maia. Em seguida, o Troféu Prestígio 2021 foi concedido a Ernesto Santos, presidente da Junta de Freguesia de Campanhã, por uma vida de conquistas e de amor à sua freguesia. Por motivos de saúde, o premiado não conseguiu estar presente no evento. Por ter uma vida dedicada ao ensino, que sempre foi a sua paixão, Luís Vieira de Andrade foi homenageado com o Troféu Excelência 2021. Por último, porém o Troféu mais cobiçado, foi entregue a Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia. Pela sua vida dedicada ao ensino e por transformar Gaia em todo um mundo, o autarca foi galardoado com o Troféu Personalidade 2021. Por motivos de agenda, Eduardo Vítor Rodrigues não esteve presente na Gala e foi Margarida Rocha, adjunta do Gabinete de Apoio à Presidência, quem recebeu a distinção.

A XVII Gala AUDIÊNCIA chegou, assim, ao fim e, apesar de diferente, chegou a ser apontada, inclusivamente por Alexandre Gaudêncio, como “a melhor de sempre”. Ficou, no entanto, no ar, a possibilidade de, no próximo ano, o evento concretizar-se no estrangeiro, junto de uma comunidade portuguesa.