Ao despertar para a vida, com o primeiro choro, o homem inicia um caminho desconhecido. repleto de alegrias, tristezas, emoções, depressões e raiva.

Sim. a evolução do ser humano é repleta de peripécias, de agruras mas também de felicidade e prosperidade.
Ocupamos o topo da pirâmide da vida, somos o ser mais pensante do universo.

Os milhares de pensamentos que diariamente affluem á nossa mente, imfluenciam e decidem a nossa vida. É a mais pura verdade.

Quando somos crianças, os pensamentos são esbatidos , pouco lúcidos e fluidos… são apenas um emaranhado de emoções que refletem a vivência do dia…ou dias. Rimos e choramos com pequenas coisas , ás vezes sem sabermos porquê. No dia seguinte, tudo isto será arquivado numa gaveta do lixo da nossa memória…e esquecemos.
Nesta fase da vida, estamos em completo equilíbrio com o nosso ” eu interior”..

Este quadro, existe apenas quando as crianças estão incluídas num ambiente saudável, onde os pais desempenham um papel decisivo na aprendizagem, comportamento e bem-estar físico e mental.

Infelizmente, a harmonia nos lares não é global. Aqueles cujo embrião tem memórias desagradáveis e violentas, por exemplo os que descendem de pais consumidores de substâncias nocivas, ou herdaram um componente genético complicado, revelam uma agressividade constante e instintos que os conduzem , muitas vezes, ao abandono social. Os guerreiros, conseguem vencer estes traumas e encaixam na sociedade como os outros. Muitas vezes, até se distinguem, em várias áreas.

Um filho não desejado, por exemplo fruto de violação, inicia um percurso acidentado, com reflexo no relacionamento interpessoal e baixa autoestima. A solidão, o medo de amar e ser amado poderão acompanhá-lo por tempo indeterminado..

Doenças graves, com componente genética ou não, também mudam a vida destas crianças e de seus cuidadores. Felizmente que este panorama não se repete com assiduidade.

Na adolescência, a irritabilidade, a desobediência e a rebeldia pintam um quadro muito difícil mas, na minha opinião, é ultrapassado pelos pais que vão aguentando heroicamente, com amor, esta fase complicada…mas felizmente curta.

Começa a surgir a raiva, o ódio, a depressão, os distúrbios alimentares,a falsidade, a hipocrisia, a intriga e outras sensações que levam ao desespero e mau estar destes jovens. O contacto com outros seres humanos, conduz sempre a este panorama, onde o pensamento é a faísca desencadeadora. Mal saberão eles, que estes pensamentos destrutivos, serão os inimigos do sucesso, abundância , prosperidade , felicidade, bem estar físico e psíquico.
Estes pensamentos negativos, arrasam o campo fértil do nosso subconsciente… são como herbicidas e pesticidas que destroem a plantação mais bela e florida, plena de felicidade e sucesso.

Depois…surgem as decisões, muitas vezes ditadas pela cabeça e passamos a desprezar quem nos ajudou, ignoramos os que sempre nos amaram e seguimos em frente de ” nariz empinado”, como se o mundo fosse só nosso.
Fruto das atitudes que tomamos, surgem as lições da vida que se vão repetindo uma e mais vezes, como se de um ciclo se tratasse…para quê e porquê ?

Para que a evolução aconteça e o amor volte a fazer parte da nossa vida.

Quando algo se repete, algo que nos faz sofrer, chorar e até desejar não existir, devemos meditar no silêncio da noite, onde a ausência de ruído, nos remete à serenidade e analisar os erros que cometemos, procurando mudar o nosso comportamento….isto é alterar o ciclo. Quando o fazemos, o filme pára e seremos nós a escrever as cenas que queremos interpretar…sim, a vida é mesmo um filme, onde as cenas se repetem e nós somos os actores principais.
Sim, é possível, tudo depende da nossa vontade, do nosso desejo de alcançar, a felicidade e sucesso.Quando aprendemos a respeitar tudo e todos, o mundo parecerá mais belo e perfeito..

Todos merecem ser amados, mas temos que guardar para nós a maior parcela de amor..
Neste mundo conturbado em que vivemos, agravado pela pandemia, os idosos são atirados, como objetos, para um canto, onde o amor escasseia e onde o comportamento destes estranhos a quem confiamos aqueles que nos geraram e criaram, muitas vezes ultrapassa os limites da moralidade…

E estes, que fizeram o mundo, de ontem, choram e suplicam ao criador, o amor que lhes foi negado, muitas vezes pedem para partir porque acreditam que a sua existência neste planeta é inútil e que nada valem.
Com os pais arrumados, surgem as disputas pelas heranças, surge a ganância e o desejo de ter mais e mais- Os irmãos afastam-se e mostram o “verdadeiro eu”, às vezes de uma forma cruel e indiferente..
Entretanto, alheios a estes problemas,os nossos pais e avós, vão vivendo rotinamente, esperando o encontro com a luz…que os libertará.

Depois…vem o choro, vêm as flores, que enfeitam para o mundo o local onde repousam…mas elas morrem também….
Outros seres acompanham os idosos, neste caminho tortuoso, os animais.
Eles sofrem com as nossas atitudes, são abandonados, maltratados e até mortos sem razão nem sentido. Felizmente que hoje é punido.
Eles dão tanto e pedem tão pouco.

Às vezes são abandonados a muitos km de distância e tentam regressar, mesmo que o seu destino seja cruel. Eles amam até ao fim. São um nobre exemplo para o ser humano que parece estar a perder o coração e a razão.
Valorizar quem nunca nos abandonou e sempre nos amou, deveria ser o lema prioritário do homem.
Impõe-se uma alteração quântica…sim porque o nosso cérebro é um computador quântico onde as teclas representam os pensamentos..

E só pensar bem, com amor e coração e pressionar a tecla ” enter”.
Seremos mais felizes, acredito
Neste mundo de agora, o amor parece distante como se já não fizesse parte de nós mas eu acredito que um despertar de consciência pode permitir o seu regresso…e invadir de novo os nossos corações.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com