Autarquia apoia obras no Centro Paroquial da Maia em 15 mil euros

A Câmara Municipal da Ribeira Grande vai apoiar as obras de conservação do Centro Paroquial da Maia em 15 mil euros.

Alexandre Gaudêncio, presidente do município, afirma que este é “mais um contributo que a Câmara da Ribeira Grande dá com o intuito de salvaguardar o edificado existente, permitindo que o centro paroquial da Maia possa receber as tão desejas obras de conservação”, que permitirão continuar a alojar as atividades das associações locais.

Câmara Municipal apoia obras de restauro da igreja de Nossa Senhora do Rosário em 15 mil euros

A autarquia ribeiragrandense vai apoiar as obras de restauro da igreja de Nossa Senhora do Rosário, na Lomba da Maia, num montante de 15 mil euros. Este apoio permitirá contribuir para a recuperação e manutenção do altar-mor, entre outras beneficiações que garantirão a preservação do património.

Durante a assinatura do protocolo, Alexandre Gaudêncio lembrou que esta igreja “já apresentava alguns sinais de desgaste ao nível da conservação”, por isso mesmo surgiu a necessidade da Câmara Municipal “apoiar as intervenções que vão iniciar-se de imediato”.

Adjudicada empreitada de construção da Praça do Emigrante no montante de 280 mil euros

A empreitada de construção da Praça do Emigrante, orçada em cerca de 280 mil euros e com um prazo de execução de sete meses, foi adjudicada à empresa de construção civil Albano Vieira, SA.

A assinatura do contrato de adjudicação constitui o “último passo burocrático antes de se poder iniciar a obra no terreno”, realçou Alexandre Gaudêncio, sublinhando a importância de uma obra que faz parte do Plano Integrado de Regeneração Urbana e que conta com apoios comunitários.
Localizada em frente ao Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, a Praça do Emigrante terá aproximadamente 4000m² e tem como objetivo homenagear os emigrantes. Apresenta três componentes: globo, pedra e mar.

Recorde-se que o piso da praça simbolizará o mar (executado em calçada branca e basalto negro), o globo (com quatro metros de diâmetro será revestido por calçada e basalto negro) representará a Terra e a pedra onde assentará o globo representará a(s) ilha(s).

A construção do globo terrestre já foi desenvolvido em armazém e está pronto a ser instalado quando a obra no terreno estiver concluída.

Câmara Municipal prepara concurso para requalificação da estrada que liga a Maia à Lombinha da Maia

A autarquia ribeiragrandense vai levar a cabo os trâmites legais tendentes ao lançamento do concurso público para a empreitada de requalificação da estrada que liga a Maia à Lombinha da Maia, uma obra esperada pela população local há algumas décadas.

O presidente do município revelou que o concurso público para a empreitada de consolidação dos taludes será a primeira fase da obra, orçada em cerca de 500 mil euros, e tem um prazo de execução de seis meses. Alexandre Gaudêncio explicou que “assim que a primeira fase estiver praticamente concluída estaremos em condições de iniciar o procedimento para a segunda fase da empreitada”, que contempla o alargamento da via com duas faixas de rodagem e um passeio. Esta intervenção está orçada em cerca de 800 mil euros e vai reforçar os níveis de segurança ao nível da circulação rodoviária e pedonal.

Novo projeto imobiliário nasce na cidade

O presidente da Câmara da Ribeira Grande recebeu no Salão Nobre dos Paços do Concelho os responsáveis da empresa Alcapema – Turismo e Imobiliária, LDA., para apresentação de um novo projeto imobiliário que vai nascer na cidade.

O empreendimento, a construir na zona do Monte Verde, prevê a construção de trinta apartamentos e doze espaços comerciais numa área total de 5600m², num investimento de seis milhões de euros. O projeto, que é assinado pela Mood Arquitetos, já deu entrada na autarquia para licenciamento, decorrendo agora a tramitação legal.

Alexandre Gaudêncio afirmou que este é mais um “sinal inequívoco do crescimento que se tem assistido na Ribeira Grande”, um concelho “cada vez mais apetecível para os investidores”.

146 mil euros investidos no saneamento básico da rua dos Moinhos

A empreitada de saneamento básico e reabilitação de pavimentos da Rua dos Moinhos, na freguesia da Ribeirinha, foi adjudicada à empresa A.R. Casanova, tem um prazo de execução de 120 dias e está orçada em cerca de 146 mil euros.

A obra prevista integra a execução das redes de águas residuais domésticas e pluviais e reabilitação de pavimentos, bem como a correção dos passeios, a instalação de sinalização vertical e execução de marcas rodoviárias.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com