A corrida das Autárquicas de 1 de outubro já começou e com ela os ataques políticos a dispararem em todos os sentidos, o que é de lamentar quando tomamos consciência que o “disco” do bota abaixo é sempre o mesmo, os objetivos em mudarem de comportamentos e atitudes ficam pela intenção, porque a realidade essa é muito triste e fora do contexto.

Os discursos políticos são quase iguais só mudam a cor e os personagens, mas o mais caricato são os apelos à moderação e à discrição nas palavras, quando tudo é utilizado para destruir e provocar.

Os nossos políticos continuam tão cegos pelo poder político que esquecem que os Portugueses essencialmente o Povo não são números nem projetos, são seres Humanos com dificuldades que precisam de ajuda e acreditar em quem os defenda com honestidade e consciência do que é realmente necessário lutar para o crescimento e igualdade de direitos num País, onde a justiça é tardia quase não penaliza a quem abusa do poder.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com