Após os resultados eleitorais do passado dia 26 de setembro, em que, em Gaia, o maior derrotado da noite foi o PSD, Firmino Pereira vem a público acusar Cancela Moura de fugir ao debate ao se demitir e marcar eleições internas no partido.

Passamos a transcrever na íntegra o comunicado enviado às redações.

 

“As eleições Autárquicas do passado domingo em Gaia, ditaram o que se previa, uma derrota estrondosa e humilhante da candidatura de Cancela Moura como candidato do PSD à Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia.

Na noite eleitoral, Cancela Moura, anunciou que renunciava ao mandato de Presidente da Concelhia de Gaia por causa do mau resultado eleitoral e dada a forma como foi escolhido o candidato do PSD à Presidência da Câmara.

Como conheço o perfil maquiavélico de Cancela Moura deduzi que iria fugir ao normal debate interno, provocando rapidamente e o mais cedo possível eleições para a Concelhia do PSD evitando a existência de qualquer alternativa.

Cancela Moura marcou eleições internas para daqui a um mês, 30 de Outubro, não convocando qualquer Assembleia de Militantes onde deveria explicar as razões do seu novo insucesso eleitoral.

Cancela Moura fugindo ao debate e ao contraditório assume-se como um líder à moda da Coreia do Norte, não permitindo espaço à liberdade de opinião nem à construção de um projecto alternativo.

Cancela Moura não pode concorrer à Concelhia nesta eleição porque os estatutos o impedem por ter exercido três mandatos consecutivos.

Cancela Moura, com o seu apurado requinte antidemocrático,  vai arranjar agora um “pau de vassoura” que seja o continuador do seu legado de destruição e ruina em que deixa o PSD de Gaia.

O PSD de Gaia morreu nas mãos de Cancela Moura, resta a Cancela Moura como verdadeiro “agente funerário” conduzir o cadáver do PSD de Gaia ao crematório para que possa ficar com as suas cinzas.

No editorial do Povo Livre desta semana, Cancela Moura como director deste Jornal escreve, como reflexão às autárquicas “A democracia vale sempre a pena”.

Por certo, não foi ele que escreveu o editorial, a sua conduta revela uma personalidade anti – democrática e os seus actos no PSD de Gaia demonstram que não vale a pena a democracia.

Cancela Moura deveria renunciar ao mandato de Vereador eleito para a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia por respeito aos 22 407 eleitores que votaram no PSD porque demonstra, mais uma vez, não ter carácter e atitude de cidadania para estar sentado no órgão executivo da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia.

Lanço um apelo aos militantes do PSD de Gaia que não participem no acto eleitoral “fantoche” do dia 30 de Outubro.

Os militantes de Gaia não têm um partido livre e aquilo que têm é um partido pessoal e de laivos de ditadura que é conduzido por um militante que está a mais na vida politica partidária.”

Vila Nova de Gaia, 30 de Setembro de 2021

Firmino Pereira

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com