A Maia tem cerca de quatro mil habitantes e é uma das mais antigas freguesias do concelho da Ribeira Grande, da costa Norte da Ilha de São Miguel, nos Açores. Já a Cidade da Maia foi constituída em 2013, no âmbito da agregação das antigas freguesias da Maia, Vermoim e Gueifães, e é uma freguesia do concelho da Maia, com cerca de 40 mil habitantes.

As duas localidades têm laços históricos comuns, que remontam ao século XV, nomeadamente, ao período em que decorreu o povoamento da freguesia açoriana por pessoas oriundas das Terras da Maia, do Norte de Portugal e, segundo Jaime Rita, presidente da Junta de Freguesia da Maia, “o nome Maia deve-se à sua fundadora, Inês da Maia, uma fidalga que veio das Terras da Maia e estabeleceu-se, aqui, nos finais do século XV”.

Neste seguimento, a Junta de Freguesia da Maia assinou, no passado dia 10 de junho, data em que se assinalou o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades, um protocolo de geminação com a Junta de Freguesia da Cidade da Maia, depois de ambas terem rubricado um documento de intenção em maio de 2019, que visava a celebração da formalidade em causa em 2020, durante as comemorações do Dia da Freguesia Maia, o que não se efetivou devido à evolução pandémica, relacionada com a proliferação da covid-19. Em causa está aproximar os territórios e intensificar o relacionamento e o intercâmbio entre as duas comunidades, através do apoio e estimulação de atividades e projetos de pesquisa, profissionais e interculturais, de interesse comum para cada uma das populações.

O autarca maiense revelou ainda, no contexto da criação de laços de cooperação, que vai conduzir uma comitiva da Junta de Freguesia da Maia que visitará, juntamente com uma delegação da Câmara Municipal da Ribeira Grande, a Freguesia da Cidade da Maia e o concelho da Maia, entre os dias 9 e 12 de julho, aquando das Festas do Concelho em honra da Nossa Senhora do Bom Despacho.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com