blank

PONY CLUB DO PORTO PROMOVEU UMA NOITE REPLETA DE MAGIA E SOLIDARIEDADE

O 7º Jantar Solidário de Natal do Pony Club do Porto decorreu no passado dia 15 de dezembro, na Casa do Ribeirinho, em Matosinhos, e contou com a participação de mais de 160 pessoas. Com o mote “celebração”, este evento elevou o melhor de cada um e enalteceu a importância que esta instituição, que foi fundada, em 2013, pelo proprietário do Grupo Procalçado, José Ferreira Pinto, tem na promoção da inclusão social e do desenvolvimento de crianças, jovens e adultos, com necessidades especiais, através da prática de atividades equestres.

 

Situado em Paranhos, o Pony Club do Porto, foi fundado pelo proprietário do Grupo Procalçado, José Ferreira Pinto, em 2013, com o intuito de potenciar a inclusão social e o desenvolvimento de pessoas com necessidades especiais, através da prática de atividades equestres desportivas e terapêuticas, de forma abrangente, sem fronteiras de ordem social ou económica.

Depois de dois anos de interregno, fruto da pandemia que proliferou em Portugal e no mundo, esta Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) realizou, no passado dia 15 de dezembro, o seu 7º Jantar Solidário de Natal, na Casa do Ribeirinho, em Matosinhos, de portas abertas, pelo que contou com a participação de mais de 160 pessoas, entre as quais representantes da Procalçado, Dachser Portugal SU, WLP, BPI, Mintt Partners, WockShoes, Lemon Jelly, For Ever, 3D CORK, Industrias Invicta, Serralharia FRT, Profimak, Tecmacal, Cofil, JPSupersoles, Panteramoldes, Cabopol, WinPlastics, Soviras, Wave Protec, Eloforte, Time4investments, Pediteto, Happies, Hidrorisa, uMan Xpert, Nortempo, Ewen, MKIV, Lubrigaia, RealSola, Sopalmilhas, Pista Mágica, APICCAPS, Alma Portuguesa, Mater, ECCO PT, Zeus Química e Fabor.

A iniciativa foi inaugurada com a atuação do grupo Street Gospel Choir, que presenteou os convidados com inúmeros momentos musicais, ao longo da noite.

Depois de dar as boas-vindas a este momento repleto de magia e solidariedade, Fátima Pinto, diretora do Pony Club do Porto, apresentou a equipa desta instituição, ressaltando que o grupo de trabalho “é pequeno, num projeto grande e sabemos que temos muito para dar. Este é um momento muito especial pra nós e é de grande alegria, pois temos a possibilidade de ter colegas, amigos, parceiros e partilhar um pouco do nosso mundo aqui”.

Garantido estar de coração cheio, a líder dos destinos desta instituição sublinhou que “nós queremos ajudar a fazer do mundo um lugar melhor, para todos. Todos nós, mais do que nunca, precisamos de acreditar na alegria, no amor, na solidariedade e nos seres humanos e é por isso que, momentos como este, são lugares onde podemos encontrar a esperança”.

Posteriormente, Diana Pinto, psicóloga e diretora técnica, fez questão de dirigir algumas palavras aos presentes, salientando que “é um prazer voltar a receber-vos neste jantar. Acho que depois de dois anos privados de tanta coisa, só nos restava celebrar a vida, a amizade e partilhar momentos com as pessoas que nos são importantes, daí decidirmos que, realmente, o tema seria celebração”.

Recordando que se o Pony Club do Porto existe, é porque alguém pensou nele, arregaçou as mangas e criou este projeto, a psicóloga e diretora técnica dirigiu uma palavra especial ao fundador, José Ferreira Pinto, e, mais tarde, convidou Alexandra, mãe de três filhos completamente diferentes, que usufruem dos serviços desta IPSS, a deixar o seu testemunho. Por conseguinte, revelando a história da sua relação com a instituição, a também psicóloga clínica reconheceu todo o trabalho que é feito, asseverando que “nós somos transformadores sociais e podemos mudar o mundo, um bocadinho de cada vez, todos os dias, e eu vejo isso acontecer no Pony Club”.

Assumindo estar imensamente grata, Alexandra destacou que, nesta IPSS, “percebemos que é possível aliar o conhecimento, a técnica e o rigor sempre com o coração”.

Seguidamente, Fátima Pinto voltou a presentear os convidados com as suas palavras. “Sinto-me muito grata pela equipa que tenho a trabalhar comigo e valorizo-a todos os dias, obviamente também temos altos e baixos, como em qualquer organização, momentos mais fáceis, outros mais difíceis, mas acho que posso dizer que, neste momento, sinto-me feliz e grata pelo grupo que tenho comigo a fazer este trabalho e a ouvir testemunhos, como aquele que a Alexandra deu, porque sem ele não seria possível”, enfatizou a diretora da instituição.

Por fim, foi José Ferreira Pinto, fundador do Grupo Procalçado e do Pony Club do Porto, quem encerrou as intervenções. Emocionado, o empresário e mecenas enalteceu que esta “é uma instituição única, que tem muito carisma e solidariedade. É um espaço onde são desenvolvidas muitas atividades, que fazem a diferença e que, de ano para ano, dão o exemplo, perante várias instituições de solidariedade social do país. O Pony Club do Porto é uma IPSS de boas práticas, terapêuticas, desportivas, sociais e ambientais, que procura ser, para quem dele beneficia, um porto de abrigo, um local de interajuda e partilha de afetos, um sítio repleto de energias positivas que abraça, encoraja e aquece a alma, que cuida dos outros e estima todos os que são queridos”.

Com os olhos postos no futuro, o presidente desta instituição confessou estar orgulhoso de ser o seu fundador e evocou a importância de perpetuar esta obra solidária, “cujo estatuto de utilidade pública espero que seja reconhecido pelo Governo do meu país. A caminho do fim de mais uma noite mágica, vivida entre amigos, que muito respeito e estimo, desejo a todos votos de um feliz Natal e um abraço deste vosso amigo, para sempre”.

Assim, o 7º Jantar Solidário de Natal do Pony Club do Porto terminou com música, protagonizada pelo grupo Street Gospel Choir, entre momentos de partilha, alegria e solidariedade.