Os vereadores do Partido Socialista da Ribeira Grande propuseram, no passado dia 17 de agosto, em reunião de Câmara, que a autarquia iniciasse o procedimento de alteração do Plano de Pormenor de Salvaguarda da Zona Histórica da cidade da Ribeira Grande (PPSZHRG).

“O centro histórico da Ribeira Grande tem um conjunto de edifícios de grande importância, que merecem ser salvaguardados, mas de forma funcional e adequada às necessidades atuais”, avançaram os socialistas Lurdes Alfinete e Artur Pimentel, enaltecendo que “atualmente, o centro da Ribeira Grande está decaído, com edifícios em ruínas que representam um perigo para pessoas e bens, e que tardam em ser requalificados, porque o Plano de Pormenor é muito limitativo e penalizador”.

Segundo os vereadores, «cabe à Câmara, enquanto autoridade competente na matéria, lutar pela dignificação deste património que faz parte da memória cultural da Ribeira Grande, mas ter a sabedoria de perceber que já é mais do que tempo de ajustar o Plano de Pormenor. Neste momento, não temos nem edifícios dignos, nem temos cativado quem tem a capacidade de investir nestes e de os dignificar. É urgente permitir o investimento no centro histórico da Ribeira Grande, devolvendo-lhe a vida de outros tempos”.

Assim, Lurdes Alfinete e Artur Pimentel voltaram a lamentar, a este propósito, que a política urbanística da Câmara da Ribeira Grande “continue a ser malfalada e um foco de problemas para investidores, que não se deparam com obstáculos idênticos em mais nenhuma autarquia do país”.