Na noite de 26 de setembro, o PS saiu vitorioso em Gaia, conquistando a Câmara e Assembleia Municipal, bem como as 15 freguesias do concelho. Eduardo Vítor Rodrigues assume assim o terceiro e último mandato à frente dos destinos de Vila Nova de Gaia e treze dos quinze presidentes das freguesias mantêm-se. As caras novas são na freguesia de Oliveira do Douro, com Filinto Lima, e na Madalena, com Miguel Almeida, que conseguiu uma percentagem de votos mais alta do que o antecessor Francisco Leite. A noite ficou ainda marcada pela demissão de Cancela Moura da presidência da concelhia.

 

 

O Partido Socialista saiu como grande vitorioso nas Eleições Autárquicas do passado dia 26 de setembro, em Vila Nova de Gaia. À semelhança do que aconteceu nas eleições de 2017, o PS conquistou a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, a Assembleia Municipal e todas as 15 Juntas de Freguesias do concelho.

Eduardo Vítor Rodrigues vai liderar os destinos de Vila Nova de Gaia durante os próximos quatro anos. Os gaienses conferiram-lhe 57,79% dos votos, de acordo com os dados disponibilizados pelo Ministério da Administração Interna. A percentagem dá maioria absoluta ao PS, que mantém os nove vereadores que já tinha. Já a Aliança Democrática (PPS/PSD.CDS-PP.PPM) manteve os seus dois vereadores, com os 17,57% dos votos que conquistou. Todos os outros partidos não conseguiram eleger vereadores. A Coligação Democrática Unitária conquistou 4,83% dos votos, o Bloco de Esquerda, 4,61%, e o Chega falhou o objetivo de André Ventura de chegar ao terceiro lugar, ficando em quinto, com 4,21%. A Iniciativa Liberal conquistou 2,95% dos votos, o PAN 2,73%, o Movimento por Gaia e o Livre conseguiram resultados ainda mais residuais, 0,48% e 0,46%, respetivamente.

Na Assembleia Municipal, o PS saiu, novamente vitorioso, sendo que Albino Almeida continuará a conduzir o órgão em Vila Nova de Gaia. Na corrida à Assembleia estavam oito partidos e, destes, apenas um, o Movimento por Gaia, não conseguiu eleger mandatos. O PS, com 50,16% dos votos, conseguiu 19 mandatos, menos um do que em 2017, tal como a Aliança Democrática que, nestas eleições, conquistaram sete lugares na Assembleia. O Bloco de Esquerda e a CDU conseguiram dois mandatos cada uma, e o Chega, o PAN e a Iniciativa Liberal conquistaram um mandato cada.

Nas 15 freguesias do concelho, foi um pleno do PS. À semelhança de 2017, todas as Juntas de Freguesia de Gaia estão sob o domínio de presidentes do Partido Socialista, todos eles já estavam em funções, com a exceção apenas de Miguel Almeida, que toma agora conta dos desígnios da Madalena, substituindo Francisco Leite, e Filinto Lima para a frente dos destinos de Oliveira do Douro, substituindo assim Dário Silva.

Em todas as freguesias o PS conquistou a maioria, e em todas, o PS e a Aliança Democrática dominaram em quantidade de lugares nas Assembleias de Freguesias. Mas há surpresas. Na primeira vez que o Chega foi às urnas para Autárquicas, conquistou, em Gaia, três lugares de três Assembleias de Freguesias diferentes, foram elas: Canidelo, Santa Marinha e São Pedro da Afurada e Mafamude e Vilar do Paraíso. Na União de Freguesias de Mafamude e Vilar do Paraíso, onde foi reeleito João Paulo Correia como presidente, o BE conquistou dois lugares na Assembleia, a CDU conquistou um, e o PAN também conquistou um lugar, o único em Gaia. Em Avintes, a Aliança Democrática ganhou mais um lugar do que nas eleições de 2017, passando a ter dois, e a CDU manteve o lugar que já tinha. Em Canidelo, além do lugar que o Chega conquistou, também o Bloco de Esquerda manteve dois assentos e a CDU um. Na União de Freguesias de Gulpilhares e Valadares, além dos sete lugares do PS e dos quatro para a Aliança, também o BE e a CDU ganharam um assento da Assembleia de Freguesia. Na Madalena, Miguel Almeida, na corrida pela primeira vez, conquistou 51% dos votos, superando o resultado de Francisco Leite em 2017 (49,57%), e conseguindo sete lugares na Assembleia de Freguesia para o PS. A Aliança manteve os seus três lugares, o partido ‘Unidos pela Madalena’ conquistou dois e a eles junta-se a CDU com um lugar na Assembleia de Freguesia. Em Oliveira do Douro, Filinto Lima, também pela primeira vez na corrida, conquistou o coração de 54,82% dos votantes. A Assembleia da freguesia reservou assim oito lugares para o PS, três para a Aliança Democrática, um para a CDU e outro para o BE. Na União de Freguesias de Sandim, Olival, Lever e Crestuma, onde se verificou a taxa de abstenção mais baixa do concelho (41,86%), Manuel Azevedo foi reeleito com 47,24% dos votos, baixando, no entanto, de nove assentos na Assembleia de Freguesia para sete. A Aliança manteve os mesmos quatro lugares de 2017, e foi o Movimento União SOLC, pela primeira vez na corrida, que conquistou dois assentos que sobraram. Na União de Freguesias de Santa Marinha e São Pedro da Afurada, além do novo assento do Chega, o PS manteve os seus 11 lugares, bem como a Aliança conquistou novamente quatro. O Bloco de Esquerda viu nesta União de Freguesias a sua subida, conquistando dois lugares, um a mais do que em 2017, e a CDU manteve um assento. Na União de Freguesias de Serzedo e Perosinho, além do PS e da Aliança Democrática, também a CDU conquistou um lugar na Assembleia. Na freguesia de Vilar de Andorinho, o Bloco de Esquerda ganha também um lugar na Assembleia, junto do PS e da Aliança. Esta freguesia destacou-se pela percentagem de Nulos (6,22%), e pela percentagem de 0,00% obtida pelo Chega, que estão interligadas, uma vez que houve um problema na lista do partido e todos os votos no Chega foram considerados nulos.

Os resultados obtidos pela Aliança Democrática pareceram não satisfazer o PSD e Cancela Moura, que era candidato à Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, demitiu-se da presidência da concelhia, na noite de 26 de setembro, durante o discurso de reação às Autárquicas, quando faltava apurar apenas uma freguesia das 15 do concelho de Gaia, e a vitória do PS já era certa. Cancela Moura renunciou ao mandato na concelhia do PSD e propôs a convocação de eleições para que os militantes possam decidir e legitimar uma nova direção da concelhia do partido.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com