A garantia de que o Governo dos Açores está disponível para propor a revisão dos apoios a conceder à produção de cana-de-açúcar (no âmbito das alterações anuais feitas ao POSEI) foi dada pelo Secretário Regional da Agricultura e Florestas.

João Ponte, que falava à margem de uma visita à Fábrica de Licores Eduardo Ferreira e Filhos, Ldª, salientou que em 2017 foi introduzida uma alteração ao POSEI que permitiu que a cana-de-açúcar passasse a ser elegível na Ajuda à Produção de Hortofrutícolas, Flores de Corte e Plantas Ornamentais, recebendo um apoio de 1.150 euros por hectare. Já as próximas propostas de alteração ao programa, apenas serão realizadas em 2020.

Segundo o detentor da pasta da agricultura, os Serviços de Desenvolvimento Agrário de São Miguel irão acompanhar a cultura da cana-de-açúcar para se perceber melhor quais os seus rendimentos e ciclos produtivos, com o objetivo de se encontrar um valor de apoio que seja justo e compatível com esta cultura.

Embora esta não seja uma “tradição recente em termos desta cultura na Região”, para o Secretário Regional importa estudar as vantagens que possam existir nesta cultura, e as mais-valias enquanto complemento à bovinicultura.

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas destacou ainda o percurso que a Fábrica de Licores Eduardo Ferreira e Filhos (A Mulher do Capote) tem vindo a fazer ao longo dos anos, afirmando que é “notável o crescimento e a afirmação em termos de negócio, dentro e fora da Região, desta empresa familiar, dedicada à produção e comercialização de bebidas alcoólicas”.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com