No passado dia 10 de junho, nas celebrações do dia da freguesia que decorreram no auditório da EPROSEC, a comunidade arrifense celebrou a sua história e a sua essência. A freguesia homenageia, ao longo do seu dia, homens e mulheres que se tem destacado pelo papel desempenhado junto da comunidade. Este ano, os homenageados foram os assistentes operacionais aposentados. Esta cerimónia contou com a presença de elementos da Escola Profissional do Sindicato de Escritório e Comércio da Região Autónoma dos Açores (EPROSEC), da Câmara Municipal de Ponta Delgada, da Assembleia de Freguesia de Arrifes e de antigo alunos das escolas da freguesia.

 

Ao longo dos últimos 28 anos, a Freguesia de Arrifes celebra, a 10 de junho, o dia da freguesia. A homenagem deste ano foi para todos os assistentes operacionais já aposentados pelo trabalho prestado, ao longo de muitos anos, nas escolas. Ao longo do dia foram concretizadas várias iniciativas e homenagens à freguesia e a personalidades importantes da comunidade arrifense. Sandra Dias Faria, presidente da Junta de Freguesia de Arrifes, assegurou que “falar de assistentes operacionais é falar de educação, falar de educação é falar da pedra basilar na formação de todo e qualquer individuo”. Ricardo Medeiros, presidente da Assembleia de Freguesia de Arrifes, assegurou que os assistentes operacionais “são pessoas que trabalham arduamente no dia a dia e fazem da nossa freguesia um exemplo a nível regional, nacional e até mesmo a nível internacional”. Reconheceu também que “as senhoras contínuas contribuíram para aquilo que nós somos hoje, para aquilo que nós podemos alcançar ao longo da nossa vida”. Terminou o discurso dizendo que “os Arrifes alcançaram este patamar de desenvolvimento tão harmonioso e tão elevado, com todas as entidades a remar para o mesmo lado e de mãos dadas, e continuarão a desenvolver a freguesia e a projetar o nome dos Arrifes”.

Cristina Canto Tavares, vereadora executiva da Câmara Municipal de Ponta Delgada, destacou a homenagem à educação, relançado que “este é o dia de enaltecer as virtudes dos arrifenses, um povo trabalhador que tem demonstrado saber agradecer e dar valor à sua terra, às suas tradições, e que se mantém determinado no progresso social e económico da sua freguesia”.  A vereadora executiva enalteceu os “homens e mulheres que tanto deram de si aos cuidados dos estabelecimentos de ensino, seus docentes e alunos, servindo de exemplo a todos os profissionais que trabalham na concretização da meta maior de educarmos os nossos filhos”. Em nome de Pedro Nascimento, presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, a vereadora executiva realçou a importância de “atribuir o devido valor a quem serviu a comunidade – pessoas e instituições – dando força a quem é distinguido e servindo de estímulo para toda a comunidade envolvente”. Neste dia especial para a freguesia, Cristina Canto Tavares assegurou “nunca ser demais recordar a importância dos Arrifes para a economia de Ponta Delgada, de São Miguel e dos Açores em geral”. A vereadora aproveitou ainda o momento para realçar que os arrifenses são “um exemplo para os Açores inteiros, nunca baixando os braços, mesmo em tempos de crise”. No epilogo do discurso, Cristina Canto Tavares frisou “a importância das freguesias como parceiros estratégicos da Câmara Municipal de Ponta Delgada na primeira linha de resposta de proximidade às populações”. O diretor regional da Cooperação com o Poder Local, Otávio Torres, esteve presente em representação do senhor presidente do Governo dos Açores. O diretor regional começou por referir que “é um dia marcante para os Arrifenses, um povo lutador e responsável, um povo faz da sua freguesia um grande orgulho”. Otávio Torres aproveitou para “realçar, em nome do senhor presidente do Governo Regional dos Açores, o papel determinante de todas as instituições, associações, agrupamentos, empresas e empresários de todos os setores de atividade aqui nos Arrifes”.

Importa ainda salientar a presença de vários antigos alunos das escolas da freguesia que aproveitaram a ocasião para agradecer e enaltecer o trabalho destes assistentes operacionais. Catarina Machado, antiga aluna de duas escolas da freguesia, referiu que “enquanto auxiliares de educação serão sempre lembrados, por mim e por todos os antigos alunos, com admiração e o respeito que são devidos, pois para além de profissionais foram amigos”. Aproveitou ainda para “agradecer a esta Junta de Freguesia a oportunidade que me proporcionaram de partilhar este testemunho convosco, mostrando a minha gratidão com todas vós que hoje recebem esta merecida homenagem, fruto do vosso trabalho, empenho e dedicação para com todos os alunos que passaram pela vossa vida profissional”. Lorena Teixeira, uma jovem de 12 anos, começou por endereçar “pequenas palavras de agradecimento a todas as funcionárias”, visto que “se não fossem as auxiliares a nossa escola não era tão ansiada e tão higienizada como é”. Aproveitou para agradecer “tudo o que fazem por nós alunos” e reforçou que “são peças fundamentais para a escola e todos valorizamos muito o vosso trabalho”. Marcou também presença o antigo aluno, Dr. André Morgado que começou por afirmar que “hoje são aqui homenageadas pessoas que dedicaram a sua vida, não só a cuidar das escolas, mas, principalmente, a cuidar daqueles que nelas cresceram”. Aproveitou ainda para deixar “em nome pessoal e em nome de todos os alunos de quem cuidaram, o meu mais sincero agradecimento por tudo o que fizeram por nós naquela que foi uma das fases mais importantes da nossa formação”.