O El Corte Inglés Gaia Porto foi fundado em maio de 2006 e assume-se como sendo um aliado dos gaienses. “Celebramos juntos, hoje e sempre” foi o mote das comemorações do 15º aniversário da segunda loja da cadeia espanhola a abrir em Portugal, que contemplaram um programa recheado de iniciativas, destinadas a toda a comunidade, nomeadamente aos clientes, parceiros e fornecedores. O cocktail realizado no passado dia 1 de junho foi um dos pontos altos das celebrações e contou com a presença de Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Gaia, Patrocínio Azevedo, vice-presidente do município, vereadores da autarquia, representantes das empresas municipais, comunicação social e entidades civis e militares.

 

 

O El Corte Inglés Gaia Porto promoveu inúmeras iniciativas, no âmbito das comemorações do 15º aniversário daquela que foi a segunda loja da cadeia espanhola a abrir portas em Portugal. De 27 a 30 de maio, os clientes receberam um talão com 15+15% do valor das compras e no supermercado existiram descontos especiais até ao passado dia 9 de junho.

Durante o período da campanha, uma percentagem das vendas foi entregue às delegações locais da Cruz Vermelha Portuguesa, das Aldeias SOS e da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental.

Ainda no passado dia 27 de maio, Pedro Abrunhosa foi convidado para uma sessão de música e palavras, com lotação muito limitada, intitulada “Uma Viagem Musical” e foram inauguradas três exposições, mais especificamente o Museu Futebol Clube do Porto, que apresentou peças, factos e curiosidades selecionadas no espólio do clube; uma mostra da Casa-Museu Teixeira Lopes, das Galerias Diogo de Macedo e do Convento Corpus Christi, três espaços culturais emblemáticos da cidade; e ainda uma exposição de Réplicas de Embarcações Históricas do Séc. XV e XVI, da Quinta da Boeira.

Por outro lado, no passado dia 1 de junho, foi plantada, simbolicamente, no jardim da Casa da Presidência do município gaiense, a primeira de 150 árvores doadas pelo El Corte Inglés Gaia Porto, como forma de agradecimento à cidade de Vila Nova de Gaia. Uma data, que ficou, também, marcada pela realização de um cocktail comemorativo, no qual Enrique Hidalgo Miralles, diretor-geral do El Corte Inglés Gaia Porto, e Tiago Paz, diretor da loja, celebraram o 15º aniversário da empresa com Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Gaia, Patrocínio Azevedo, vice-presidente do município, vereadores da autarquia, o Cónego Jorge Duarte, o cônsul de Espanha e representantes da Águas de Gaia, do Museu do Futebol Clube do Porto, da Cruz Vermelha de Gaia, da APPACDM, da ACIGAIA e dos Bombeiros Sapadores de Gaia.

Enrique Hidalgo Miralles aproveitou a ocasião para destacar que “nós viemos para servir”, acrescentando que “eu acho que os meus caros e queridíssimos colegas fizeram um trabalho fantástico durante estes 15 anos e eu acho que, também, serviram a sociedade gaiense, serviram com prazer e com profissionalismo, com seriedade, como merece a sociedade gaiense. Sentimo-nos em casa. Para nós, esta é a nossa casa. Gaia é a nossa casa. Sentimo-nos mais um gaiense, pelo menos queremos ser percebidos pelo resto da sociedade como um gaiense mais”.

“Eu quero agradecer imenso, de verdade, a toda a sociedade gaiense, na pessoa do presidente da Câmara, que está a ajudar-nos em tudo o que é preciso. O El Corte Inglés de Vila Nova de Gaia é uma história de sucesso e esse sucesso seria impossível sem a colaboração de todos os que estão, aqui, connosco a celebrar o aniversário, por isso esta é uma celebração não só nossa, mas é uma celebração de todos os que estão connosco”, sublinhou o diretor-geral do El Corte Inglés Gaia Porto, enaltecendo, em entrevista exclusiva ao AUDIÊNCIA, que “o resumo destes 15 anos no El Corte Inglés em Vila Nova de Gaia reflete muito bem o que é a nossa empresa. A nossa empresa é uma empresa de seriedade e de profissionalismo e nós viemos para Vila Nova de Gaia servir a sociedade gaiense e eu acho que a missão está cumprida. Eu acho que durante estes 15 anos servimos a sociedade gaiense, sentimo-nos um gaiense mais. Esta é a nossa casa e queremos ficar muito mais tempo, se os gaienses continuarem a confiar em nós e é por isso que trabalhamos todos os dias. Nós temos uma equipa extraordinária e para todos nós é um orgulho estar há 15 anos aqui. As empresas que estão connosco há 15 mantêm-se e foi um desafio para nós e orgulhamo-nos muito do que fazemos, do que fizemos nestes 15 anos, porque é o resultado de muito esforço, muito sacrifício, muita emoção e muito trabalho, definitivamente”.

No final da intervenção, Enrique Hidalgo Miralles entregou um presente a Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara de Gaia, em nome de toda a equipa do El Corte Inglés Gaia Porto, como forma de agradecimento, ao município, pela colaboração e apoio.

Neste seguimento, o autarca gaiense fez questão de “dizer o quanto eu me orgulho de estar aqui”, ressaltando que “15 anos parece uma idade ainda muito jovem, mas para uma empresa destas é já um tempo muito forte e eu estive cá há 15 anos na inauguração, noutras funções, naturalmente, e quando era fácil dizer mal do El Corte Inglés, da vinda do El Corte Inglés para cá, de toda a relação que se estabeleceu com o município, eu que não estava propriamente nas funções em que estou hoje, mas sempre disse que aqueles que vêm por bem, que vêm para ajudar a criar riqueza e ajudar a fortalecer laços, devem ser acarinhados. E, portanto, se dizia isso noutras funções ou em funções nenhumas, eu tinha de o fazer nestas, sobretudo quando eu percebi e tenho percebido o entusiamo com que vocês, de uma forma subtil, discreta mantêm uma relação com inúmeras instituições do nosso concelho, sem disso fazerem alarme. Quando chegam os momentos em que têm picos de procura é com as nossas instituições que resolvem o assunto, ajudando-nos a criar melhores condições de vida, mais riqueza e eu não tenho nenhum complexo com atividades comerciais, com atividades industriais ou atividades agrícolas. Aquelas que vêm para Vila Nova de Gaia, com mais ou menos história em Portugal, são bem-vindas”.

“Vocês vieram de fora, mas rapidamente se tornaram parte da nossa cidade e o que eu desejo é que cá continuem, por muitos anos, porque isso é sinal de que nós estamos a retribuir a aposta que vocês fizeram na cidade e é, também, sinal de que vocês se sentem bem aqui e que não sentem nenhuma razão para irem para outro sítio, ainda que possam ir para outros sítios, mas atendendo aquilo que é o legado que criaram e deixaram em Vila Nova de Gaia. E, portanto, hoje é um bocadinho o dia de uma memória de há 15 anos cá ter estado na inauguração, cuja cerimónia, se não me falha a memória, se fez no átrio lá fora e, ao mesmo tempo, de sentir quer pelo Tiago, pelo trabalho que fez, talvez o mais difícil trabalho que se pode fazer, que foi o trabalho em tempo de pandemia e que fez de uma forma brutal, quer do Enrique, pela relação de proximidade, pela relação de parceria e pela certeza que dessa relação tudo aquilo que necessitarem do município é justo e vivo, que vos seja reconhecido o papel social que vocês têm no concelho de Vila Nova de Gaia. Eu diria isto facilmente nos 100 anos da Cerâmica de Valadares, mas digo com o mesmo entusiasmo nos vossos 15 anos. Obrigado por estarem cá, vocês são um dos nossos”.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com