O Clube Desportivo Vera Cruz, sediado nos Fenais da Ajuda, teve a sua estreia oficial com a equipa de juniores no passado dia 13 contra a equipa do Clube Desportivo Juventude da Candelária, de onde a equipa da casa saiu vencedora com o resultado 5-2.

Um evento que moveu a comunidade dos Fenais da Ajuda e também das freguesias vizinhas até à recente infraestrutura ali instaurada, o Pavilhão Polidesportivo.

De acordo com os testemunhos recolhidos durante o serão de dia 13, esta é uma aposta não só no desporto, mas também na atividade cultural e no lazer dos habitantes dos Fenais da Ajuda e das freguesias circundantes.

Este é um clube que se dedica ao futsal, sendo composto pelos escalões de Juniores A e Juniores C (iniciados), ainda que a ideia inicial fosse a de haver três escalões. No entanto, este é apenas o início da caminhada promissora deste novo clube desportivo do concelho da Ribeira Grande.

 

Alberto Ponte, presidente da Junta de Freguesia da Lomba da Maia

“Tendo em conta que também estamos a pensar abrir um clube, quanto mais clubes houver cá em cima, melhor para nós.

Neste momento temos equipas mas ainda não temos a organização. Para ter uma ideia, na Lomba da Maia temos duas equipas femininas, duas masculinas, temos quizomba, ginástica, ou seja, todos os dias o pavilhão está a ser usado.”

 

 

Dário Bernardo, Presidente da Junta de Freguesia da Lomba de São Pedro

“Para nós, Lomba de São Pedro, é sempre um orgulho poder, de certa forma, participar neste tipo de projetos. Não só abrange os jogadores dos Fenais da Ajuda como também da Lomba de São Pedro, e acho isso uma excelente iniciativa por parte de quem fundou o clube, porque de certa forma retira aquela rotina que os jovens têm, além de que tendo em conta que numa freguesia apelidada de carenciada, esta é uma estratégia para colmatar essa carência.
Atualmente temos [a freguesia da Lomba de São Pedro) quatro jovens nesta equipa. De certa forma, a Junta de Freguesia está a contribuir para que estes jovens consigam criar algum alicerce no desporto aqui nos Fenais da Ajuda. E é sempre uma mais-valia para nós sermos representados neste clube.”

 

Carlos Anselmo, vereador da Câmara Municipal da Ribeira Grande

Mais um pavilhão, mais uma obra do Município da Ribeira Grande.
Efetivamente é uma obra que faz toda a diferença numa freguesia como esta, na medida em que irá contribuir para que a juventude da freguesia e arredores possa praticar desporto. Não só praticar desporto, mas também para se manterem ocupados aos fins de semana e durante a semana em atividades desportivas e de lazer. Penso que a construção deste espaço vem resolver uma lacuna que já existia na freguesia há várias décadas. Esta infraestrutura é moderna e é capaz de oferecer condições para a prática de diversas modalidades desportivas, mas também tem a componente sociocultural, que está devidamente apetrechada para o efeito. Há aqui outra questão que a Câmara Municipal irá ter em atenção para o orçamento de 2019: a construção de balneários em condições para que os atletas possam ter condições satisfatórias e condignas, e também para completar este espaço e este investimento que a Câmara Municipal fez no ano transato.

 

Como vê esta expansão de atletas e de clubes no concelho da Ribera Grande?
De facto, tem sido uma aposta da Câmara no fomento do desporto e há, para além disso, um regulamento que vem ao encontro das reais necessidades dos mais jovens, regulamento esse que facilita e fomenta o surgimento de outras modalidades, como é o caso dos Fenais da Ajuda: este clube surge porque há esta infraestrutura. Há outros movimentos desportivos que estão a aparecer aqui no concelho, tudo fruto de uma política que vai ao encontro da prática desportiva no concelho, do fomento de atividades recreativas e culturais e penso que é por aqui que se pode dar um contributo decisivo para que os jovens sintam-se em condições de praticar desporto de forma condigna.

 

 

Mário Sousa, tesoureiro e patrocinador do Clube Desportivo Vera Cruz

As camisolas que esta equipa ostenta têm o patrocínio da sua empresa. Fá-lo porquê?
Gosto de desporto. E nesta freguesia o desporto têm muita importância. As pessoas começam a aderir.
É importante [apoiar esta iniciativa] porque é necessário fazer alguma coisa pela juventude… tirá-la dos maus caminhos.

 

Luís Cunha, vice-presidente da Associação de Futebol de Ponta Delgada

Assistimos aqui ao nascimento oficial de um novo clube. O que é que isso representa para a Associação de Futebol de Ponta Delgada?
Para a Associação de Futebol de Ponta Delgada, é mais um clube que é importante. Também foi um esforço da nossa parte incentivar o futsal nesta freguesia, porque é bastante isolada e fazia todo o sentido ter um pavilhão para esta juventude poder praticar o futsal. As condições ainda não estão todas reunidas, ainda falta a construção dos balneários que é de uma importância máxima, mas fomos sensíveis a esta questão porque também não podíamos deixar os atletas sem praticar desporto. Portanto, é um esforço para os atletas porque não têm balneários, mas também para os nossos árbitros que têm que se equipar em condições que não são as mais adequadas. Mas, acima de tudo, estava a questão de praticar desporto e poderem começar a competir.

 

No concelho da Ribeira Grande, está a acontecer um incremento grande da prática desportiva. Na freguesia da Lomba da Maia existem já várias equipas formadas, mas ainda não há um clube. O que lhe parece isto?
É muito bom. Temos tido reuniões com esses clubes, temos tentado abrir clubes que fecharam, procurar diretores, de preferência gente jovem… porque o desporto é fundamental nas freguesias. Não podemos só pensar em Ponta Delgada e Ribeira Grande. A Ribeira Grande tem freguesias muito distantes do concelho, e por isso é fundamental! Tirar os jovens da rua, pô-los a praticar desporto é muito importante. Tudo o que este presidente da Câmara, ou este executivo, têm feito pelo desporto, é de saudar. Vamos esperar que continue com esse esforço para estas freguesias, porque bem precisam.

 

Rodrigo Pacheco, presidente da Junta de Freguesia dos Fenais da Ajuda

O que é que significa este pavilhão gimno-desportivo e que potencialidades vai trazer à freguesia?
O pavilhão tem uma grande importância para a freguesia. Não só serve a comunidade desportiva mas também serve para outros eventos que possam ocorrer, atendendo que não temos nenhum pavilhão para espetáculos.

O que é que sente ao assistir ao primeiro jogo oficial desta equipa?
Naturalmente sinto um grande orgulho. Tenho assistido aos jogos de treino sempre que posso, e é um grande orgulho.

O que é que o clube pode contar dos apoios da junta de freguesia?
O Clube Desportivo Vera Cruz tem recebido apoios da Junta de Freguesia desde o início, desde a sua constituição como associação. Apoio monetário, a cedência de espaços de sede… temos mantido funcionários e devidas limpezas para os treinos…

Há aí uma preocupação latente. Os balneários deste pavilhão.
Tem havido comunicação entre a junta de freguesia e a Câmara Municipal da Ribeira Grande para, o mais breve possível, construirmos os balneários aqui mesmo ao lado do pavilhão. Julgo que no início do ano que se aproxima.

 

 

Filipe Jorge, vereador de Cultura, Juventude e Desporto da Câmara Municipal da Ribeira Grande

Qual a importância da criação deste clube?
Em primeiro lugar é importante para a própria freguesia haver um novo clube, nomeadamente através da modalidade do futsal, e também é importante para o concelho, pois é mais um clube que abre na Ribeira Grande, mas também para as freguesias limite dos Fenais da Ajuda, pois nos dois escalões em atividade, tanto iniciados como juniores, alberga também atletas de outras freguesias. Portanto, é uma oportunidade para esses atletas praticarem desporto.

Tem havido uma aposta muito grande do município em infraestruturas. Em contrapartida a sociedade está a responder criando diversos clubes em diversas modalidades.
Desde há cinco anos que do lado nascente do concelho havia muito poucos clubes desportivos. Agora temos já vários, se calhar também relativamente a essas infraestruturas desportivas que foram criadas. É certamente uma mais-valia para que se possam criar novos clubes, como é o caso do Vera Cruz. Obviamente que esses clubes ao abrirem sentem também algum conforto relativamente aos apoios que estão ao seu dispor, para que essas modalidades possam ser uma mais-valia para os jovens dessas freguesias. Estou a lembrar-me, por exemplo, do Club União Desportiva de Porto Formoso que faz este mês cinco anos de existência. Este clube agora que abriu ao nível da modalidade do futsal… são essas infraestruturas que vão ajudar para que essas modalidades possam abrir, mas também possam ter continuidade nos próximos anos.

Quando ouvimos um dirigente, vice-presidente neste caso, da Associação de Futebol de Ponta Delgada, Luís Cunha, a enaltecer o trabalho desenvolvido pelo município da Ribeira Grande, como é que um vereador se sente?
Obviamente que tudo aquilo que são opiniões positivas do desporto a nível geral do concelho da Ribeira Grande, obviamente que é sempre positivo ouvi-las, mas sempre em prol do desporto do concelho. Neste momento temos muitas modalidades na Ribeira Grande, e penso que é deveras gratificante e positivo, também para os jovens poderem usufruir e escolher a modalidade que mais gostam. Foi referido aqui que este ano vai abrir, por exemplo, o Caldeiras Hóquei Clube, há dois anos tivemos o Clube Patinagem Ribeiragrandense, estou também a lembrar-me, na Ribeira, da Associação Unidos Por Si, que vai albergar o futsal mas também o voleibol. Portanto, temos aqui uma série de modalidades que vão estar ao dispor dos jovens do concelho.