A Cooperativa de Solidariedade Social Viver Pedroso foi fundada a 26 de julho de 2019, por 29 cooperadores, com o intuito de desenvolver um trabalho em rede, junto da população e das instituições do concelho de Vila Nova de Gaia, com especial incidência na Freguesia de Pedroso e Seixezelo. Esta instituição começou a desenvolver inúmeros projetos em 2020, mas apenas em março de 2021 foi reconhecida pela Direção-Geral da Segurança Social, com o estatuto de IPSS.

 

 

A Cooperativa de Solidariedade Social Viver Pedroso recebeu, no passado dia 19 de março, a declaração da Direção-Geral da Segurança Social, conferindo o estatuto de IPSS.

O presidente do Conselho de Administração desta instituição, Filipe Silva Lopes, revelou em entrevista exclusiva ao AUDIÊNCIA, que “a atribuição do estatuto de IPSS à Cooperativa Viver Pedroso, para além dos benefícios fiscais que daí estão inerentes, permite, também, uma maior amplitude na ação, que pretendemos desenvolver no território, desde logo com a possibilidade de aderirmos à Rede Social de Vila Nova de Gaia. Este estatuto permite-nos, também, a realização de parcerias com a Segurança Social, de forma a melhorar as respostas sociais existentes no território”.

Em causa está um reconhecimento, que era ansiado desde a criação desta Cooperativa. “Era um dos principais objetivos aquando da sua constituição. Com esta concretização, podemos afirmar que, neste momento, terminou o longo processo burocrático da sua constituição e que, atualmente, temos todas as condições para concretizar os nossos objetivos”, enalteceu o presidente do Conselho de Administração da Cooperativa de Solidariedade Social Viver Pedroso, referindo ainda que “atribuição desse estatuto é muito recente, daí que apenas se registaram duas ações. A primeira foi o pedido à Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia para adesão à Rede Social. A segunda foi o agendamento de reuniões com a Câmara Municipal e a Segurança Social. Esperemos, em breve, ter boas novidades para o território”.

Relativamente às perspetivas para o futuro, Filipe Silva Lopes referiu que são “excelentes. Neste momento, com todo o processo de constituição realizado e a atribuição deste estatuto, resta-nos trabalhar afincadamente para o sucesso deste projeto. Acredito muito nas potencialidades deste projeto, bem como em toda a equipa que constitui a Cooperativa”.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com