O jovem miramarense Diogo Silva Pinto da Rocha, jogador de “handicap” “4”, conquistou a edição 2019 da Taça Wellington, uma das competições mais mediáticas do calendário regular do Golfe da Quinta do Fojo (Canidelo), dirigido por Filomena Rito e que serve de pancada inicial para a disputa do Campeonato do Clube apenas reservado a jogadores nele filiados.

Num universo próximo da meia centena de praticantes oriundos do clube anfitrião e percursos homólogos como o vizinho Golfe de Miramar, Axis Ponte de Lima, Citygolf, Clube Nortada, Vale Pisão (Santo Tirso) e Pinne Cliffs (Albufeira), Diogo Rocha rubricou boa performance competitiva impondo-se nas duas fórmulas analíticas dos resultados.

Na classificação bonificada (“medal net”), apesar do escasso apoio regulamentar com que se apresentou no “tee” de saída (teve apenas benesse de quatro pancadas), o jogador de Miramar entregou um “scorecard” com o registo de 57 pancadas, apesar da oposição de adversários com “handicaps” bastante mais elevados; nesta modalidade, a jogadora de Cantanhede, Isabel Barbosa (“hdcp” 31) travou com o anfitrião Mesquita Guimarães Jr. (“hdcp” 17) aceso despique pelo segundo lugar, equiparando-se com 58 pancadas.

Porém, o melhor aproveitamento da golfista de Cantanhede na ponta final acabou por fazer a selecção. Ainda assim, os dois jogadores tiveram um bom empenho e ficaram a uma escassa pancada do vencedor, enquanto Luís Mesquita da Nortada e o anfitrião Francisco Serrano, ambos a jogar com “9” de “handicap”, repartiram ex-aequo a quarta posição, a quatro pancadas de Diogo Rocha.

Na modalidade de “score” real (“gross”), o principal opositor de Diogo Rocha foi o ex-profissional Ramiro Vieira Pinto, hoje com responsabilidades na escola de formação do Fojo de cuja instituição foi também o primeiro campeão interno.

Sem surpresa, pertenceram a ambos as primeiras posições; Diogo Rocha levou a melhor na luta directa com o par do campo e entregou um cartão com apenas 61 pancadas para um par de 60 (+1) mas logrou uma vantagem de três pancadas sobre o seu nível de jogo (“handicap” 4), enquanto Ramiro Pinto cumpria fielmente as credenciais com que iniciara a competição completando os 18 buracos com 65 pancadas para um par de 60 (+5).

Joaquim Policarpo Gonçalves, agora a representar o Vidago Palace e o anfitrião João Luís Rafael também travaram despique pelo terceiro lugar e acabaram igualados, ambos com 66 pancadas (6 acima), ao passo que Luís Mesquita do Clube Nortada, fechou o “top-five” com 69 pancadas rubricando um “scopre” relativo de nove acima do par.

Analisando os resultados à luz da fórmula “stroke play”, pela qual se rege o golfe de alta competição, Rocha cumpriu o percurso com dois “birdies”, 13 pares e três “bogeys” e Ramiro Pinto ficou-se por um “birdie”, 11 pares e seis “bogeys”. Já José Pedro Cardoso, o bicampeão em titulo, teve uma prestação algo cinzenta na qualificação e não foi além do 4.º lugar, com um modesto “66” para um “3 – de handicap”!… Contudo, manteve todas as hipóteses de mostrar o que vale nos “matchs” que vierem a seguir e que têm caracteristicas bem distintas.

Na vertente feminina, um sector com sinais evidentes de renovação num clube que tem no seu palmarés um título nacional conquistado em 2006 (entre muitos outros nos escalões de formação), ao tempo sob a responsabilidade de Patrícia Brito e Cunha, as dez jogadoras que responderam à chamada têm ainda um longo caminho a percorrer visto que todas possuem “handicaps” acima das 20 pancadas. Ainda assim, todas estarão motivadas a lutar pela liderança do respectivo título interno que Sofia Rito Pinto, última campeã, não terá hipóteses de revalidar por não ter participado. No torneio em análise, Maria João Teixeira, com 84 “gross”, Manuela Paiva Leite (89) e Sandra Barbosa (94) obtiveram os melhores resultados do clube mas serão oito as senhoras que vão ter ensejo de lutar pelo título feminino em época de renovação.

Eis as partidas da primeira eliminatória do “match-play”:

Categoria homens – João Luís Rafael vs José Carlos Leite; Carlos Alberto Gonçalves-Francisco Pinho; José Pedro Cardoso-António Ferraz Monteiro; Francisco Serrano-Luís Mesquita Guimarães; Abílio Moreira-Miguel Teixeira; José Lima Pinho-Procópio Sampaio; Gonçalo Mota-Carlos Pinto Dias e João Frederico Alves-Pieri Valenti.

Senhoras – Maria João Teixeira vs Teresa Sousa; Sandra Barbosa-Andreia Neves; Ana Luísa Cruz-Maria Miguel Pinho; Paula Marques-Manuela Leite.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com