Ao todo são 18 as águas balneares de Gaia, num total de trinta praias concessionadas, a içar o símbolo europeu de qualidade atribuído pela Associação Bandeira Azul Europa Portugal, fazendo com que o município repita o que tem conquistado, nos últimos anos, ao longo dos seus 15 quilómetros de costa marítima.

A Bandeira Azul é atribuída, todos os anos, a zonas balneares que cumpram cerca de três dezenas de critérios, desde a qualidade da água à promoção de ações de educação ambiental.

O presidente da Câmara Municipal de Gaia congratula-se com a conquista da Bandeira Azul para todas as praias do município, “fruto da aposta que esta autarquia tem feito na manutenção, e em muitos casos até na melhoria, das condições das nossas praias, quer para os gaienses, quer para quem nos visita”.

Eduardo Vítor Rodrigues sublinha que “para continuar garantir a excelência da qualidade das praias de Gaia temos levado a cabo um trabalho contínuo que conta com o enorme empenho de diversos departamentos e empresas municipais, em simultâneo com a indispensável colaboração de entidades como a Agência Portuguesa do Ambiente, a Autoridade Marítima, a Autoridade Regional de Saúde, entre outras, bem como dos próprios concessionários das nossas praias”.

Entre as trinta praias com Bandeira Azul, cinco são 100% acessíveis, disponibilizando equipamentos e soluções idealizados para proporcionar as melhores condições de usufruto para pessoas com mobilidade condicionada.

Dessas cinco praias, todas com a distinção «Praia Acessível», a de Valadares Sul conquistou o primeiro lugar no concurso «Praia+Acessível 2016», uma iniciativa promovida pelo Instituto Nacional para a Reabilitação (INR) que tem por objetivo distinguir as praias nacionais, costeiras ou interiores, que, tendo já sido galardoadas com a bandeira «Praia Acessível» durante a época balnear, provam ter as melhores condições de acessibilidade.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com