Após alguns anos de ‘afastamento’ do jornal onde estive mais tempo na minha carreira de jornalista, regresso ao Jornal Audiência com um desafio especial e muito gratificante. Justiça seja feita às comas (‘’) porque, na verdade, um jornalista nunca deixa de acompanhar um jornal por onde passou. Porque nele e na sua história ficou uma parte de si, e consigo, o jornalista leva uma enorme bagagem de vivências e experiências que esse jornal lhe deu.

 

E é ciente da História e da importância que os mais velhos têm na construção de um mundo melhor, que levamos até cada um dos nossos leitores a rubrica “Idade Dourada”. Neste espaço contamos dar-lhe a conhecer as aventuras, experiências, necessidades e memórias daqueles que tanto engrandecem a nossa sociedade todos os dias. Ser idoso é acumular sabedoria e experiências que devem ser compartilhadas… e nós não podíamos desperdiçar essa riqueza.

 

A cada edição do Jornal Audiência vamos dar a conhecer um pedacinho da realidade da Terceira Idade no Distrito do Porto e, em outubro de 2021, daremos “Vivas” à Idade Dourada numa festa que levaremos a cabo no Auditório da União de Freguesias de Pedroso e Seixezelo.

 

Por fim, e como tem sido nosso apanágio, vamos continuar a dar voz a quem não tem voz. Por isso, a partir desta edição, vamos passar também a dar ‘tempo de antena’ aos nossos avós, com a rubrica “a voz dos avós”… Aqueles cuja sabedoria e experiência está tantas vezes enterrada em anos bem vividos mas que a memória mais fugaz vai buscar, para fazer as delícias de um serão em família que os mais novos jamais esquecerão.

Tem um texto que gostava de ver publicado?

Trabalha com idosos numa instituição e gostavam de dar os parabéns a alguém especial que está nessa instituição?

Quer agradecer algum gesto que lhe agradou com uma carta aberta?

Os nossos avós, ou alguém que os acompanhe, poderão fazer-nos chegar os seus textos para o email idadedourada.audiencia@gmail.com

Contamos convosco!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com