São 15 mil euros que a Câmara da Ribeira Grande deu para as obras de conservação da Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem, no âmbito de um protocolo assinado com a fábrica da igreja em questão. A localização à beira-mar torna a manutenção regular necessária, e com este apoio monetário espera-se que as obras comecem em breve e terminem nos próximos meses.

 

A Câmara da Ribeira Grande e a fábrica da igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem, da freguesia das Calhetas, assinaram um protocolo de colaboração no valor de 15 mil euros. Este valor serve para apoiar as obras de conservação do imóvel, nomeadamente a nível de pintura exterior. Alexandre Gaudêncio, presidente da Câmara da Ribeira Grande, marcou presença na cerimónia de assinatura do protocolo, acompanhado pelo vereador Carlos Anselmo, pela presidente da Junta de Freguesia das Calhetas, Nélia Duarte, e pelos membros da fábrica da igreja, presidida por Luís Correia.

A Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem, nas Calhetas, está a necessitar urgentemente de obras de conservação devido, principalmente, à sua localização à beira-mar. Os invernos rigorosos tornam necessária uma manutenção regular. Alexandre Gaudêncio ainda lembrou o apoio prestado pela autarquia a várias instituições, tanto a nível dos seus planos de atividades, como a nível de conservação do património edificado, sendo que a Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem é exemplo deste último nível.

“Estes apoios servem também para dinamizar o tecido empresarial local, nomeadamente na contratação de serviços a empresas locais, gerando assim mais-valias para economia local”, relembrou o autarca ribeiragrandense.

Com este apoio monetário da Câmara da Ribeira Grande, prevê-se o início das obras de conservação da igreja em breve, sendo que os trabalhos devem ficar finalizados durante os próximos meses.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com