Flávio Soares, presidente da JSD/Açores, afirmou, durante a Gala Solidária 2017 que foi promovida pela JSD/Açores e teve lugar na Associação Agrícola de São Miguel, que “a inclusão social e o combate à pobreza não podem ser bandeiras que só se erguem quando dá jeito. Têm de ser preocupações constantes, não só dos governantes, como de todos nós” e criticou a forma como a gestão pública “olha e cuida das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) nos Açores”.

“Não se percebe que, passados 21 anos de governos socialistas, se apresente mais uma Estratégia Regional de Combate à Pobreza e Exclusão Social, demonstrando o fracasso das políticas regionais em matéria social”, revelou o jovem social-democrata, que deixou o repto para que as políticas públicas “se centrem na igualdade de oportunidades”.

O presidente da JSD/Açores desafiou ainda os responsáveis políticos para “um trabalho em conjunto, das instituições públicas e privadas”, uma vez que, nos Açores, “precisamos de níveis mais elevados de bem-estar, e de aumentar a assistência aos mais idosos, às pessoas com carências e a quem precisam verdadeiramente de ajuda”.

Ao longo da Gala Solidária 2017 foi angariado um apoio de 433 euros, que foi sorteado entre as representações das várias IPSS que estavam presentes no evento e que foi entregue ao Centro Social e Cultural dos Fenais da Luz.

Flávio Soares desejou muito sucesso, no novo ano, “a todas as associações que ajudam pessoas”, e deixou um agradecimento “às organizações e pessoas singulares que, na hora de ajudar e reconhecendo o mérito do trabalho das IPSS nos Açores, se associaram a esta nossa iniciativa, sem olhar a cores partidárias”.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com