A Iniciativa Liberal apresentou listas de candidatos à Câmara e Assembleia Municipais de Ponta Delgada e às Assembleias de Freguesias de São Pedro, São Sebastião e São José. A equipa promete implementar medidas inovadoras, liberais, descentralizadoras e descomplicadas, bem como arranjar soluções novas para velhos problemas. A desertificação de certas zonas do concelho é uma das principais preocupações do partido que assume ser prioridade pensar em políticas de promoção da habitação, emprego e bem-estar para fixar jovens nessas zonas.

 

 

A Iniciativa Liberal apresentou, no final do mês de julho, no Tribunal de Ponta Delgada, as listas de candidatos à Câmara e Assembleia Municipais do concelho que dá o nome ao Tribunal, bem como às Assembleias de Freguesia de São Pedro, São Sebastião e São José.

Os candidatos assumem como principal objetivo a divulgação dos ideais liberais ao nível do municipalismo e a introdução de medidas que alterem para melhor a vida dos cidadãos de Ponta Delgada e de quem nele desenvolve a sua atividade profissional ou empresarial. A equipa intitula-se de “jovem”, uma vez que a média de idades é de 41 anos, mas suficientemente madura para implementar medidas inovadoras, liberais, descentralizadoras e descomplicadas em prol do desenvolvimento socioeconómico do concelho.

Para combater as desigualdades e a consequente pobreza, a Iniciativa Liberal acredita que é preciso uma economia forte, equidade no acesso à melhor educação, com a inserção de todos na vida da cidade e do concelho e com a qualificação de ativos. “Os mesmos de sempre farão o mesmo de sempre, Ponta Delgada carece de mudanças, nós somos essa mudança, essa diferença”, assumem os Liberais que também se classificam como uma lista motivada e capaz de criar equipas multidisciplinares para implementarem políticas novas para solucionar problemas velhos.

O partido político acredita que a experiência de vida e as capacidades profissionais de cada candidato contribuirá para a construção de um projeto autárquico liberal que abrange as áreas dos Transportes e Mobilidade Urbana, Desenvolvimento Social e Cidadania, Educação e Juventude, Ordenamento do Território e Património, Cultura e Contemporaneidade.

Os resultados dos CENSOS 2021 são considerados preocupantes pelos liberais, no entanto, não surpreendentes, uma vez que se assumem preocupados desde há anos com a desertificação de algumas das vinte e quatro freguesias do concelho. Políticas de promoção da habitação, emprego e bem-estar, são ideias do partido para fixar casais jovens nas suas freguesias de origem.

Os primeiros cinco efetivos da lista candidata à Câmara Municipal de Ponta Delgada, pela ordem de primeiro para quinto, são: Luís Miguel Alves de Quental, Samuel de Viveiros Mendonça, Alexandra Carreiro de Carvalho e Cunha, Sónia Cristina Oliveira Miranda e Augusto Simas Borges de Castro. Já no que concerne à lista apresentada para a Assembleia Municipal de Ponta Delgada, Alexandra Carreiro de Carvalho e Cunha é a primeira da lista, seguindo-lhe Ricardo Emanuel de Sousa Freitas, Carlos José Caetano Martins, Teresa Raquel Sousa Moniz e Ana Figueiredo Nunes Braga Amaral.

Quando às listas apresentadas para as Assembleias de Freguesias, no que diz respeito a São Pedro os candidatos são Nuno Martim Cabral Lucas da Câmara, Luís António Pacheco Soares do Rego, Carla Oriana Coelho Costa, Telma Filipa Cordeiro Ponte e Ruben Miguel Costa Reis. Já para a Assembleia da Freguesia de São Sebastião, os cinco primeiros da lista são: Nuno Alberto Barata Almeida Sousa, Carlos José Caetano Martins, Maria Beatriz Chaves Tavares do Canto, Alexandra Carreiro de Carvalho e Cunha e Samuel de Viveiros Mendonça. Ricardo Emanuel de Sousa Freitas é o primeiro da lista para a Assembleia de Freguesia de São José, seguindo-lhe Augusto Simas Borges de Castro, Sónia Cristina Oliveira Miranda, Raquel Maria da Silva Gonçalves e Vieira Gomes e Milton Jorge Lima Torres.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com