O MCG – Movimento de Cidadãos por Gaia levou a cabo, no passado dia 26 de março, uma Tarde Solidária e Inclusiva cujas receitas reverteram para três IPPSS que trabalham com pessoas com deficiência, a APPACDM Gaia, a APPDA-Norte e a CERCIGAIA.

Mais de duas centenas de pessoas quiseram associar-se a este evento que decorreu no Cine Teatro Eduardo Brazão, em Valadares, e que contou com as interpretações de sete grupos de dança, folclore e música, três dos quais constituídos por cidadãos com deficiência.

Com apresentação de Aurora Melo, o espetáculo arrancou com a Escola de Dança do Orfeão de Valadares, seguindo-se o Grupo “Dança Tú” da CERCIGAIA e o “Fado Dançado” pelo grupo de dança da APPACDM Gaia.
A primeira das quatro associações culturais a atuar foi o Rancho Folclórico do Centro Popular de Trabalhadores do Areinho, à qual se juntou o Grupo “Inti Chaski” do Centro Recreativo de Mafamude e o Grupo de Cavaquinhos do Centro Cultural de São Félix da Marinha.

A terminar, subiu ao palco “O Bando das Cordas”, grupo composto por elementos das três IPSS visadas, orientado por Júlio Santos. O MCG lamenta apenas o facto de o Cine Teatro Eduardo Brazão não ter acessibilidade adequada para pessoas em cadeira de rodas, motivo pelo qual um jovem deste grupo teve ser ajudado pelo público para entrar em cena.

No decorrer da iniciativa foram ainda entregues às três IPSS os donativos conseguidos, 458,33 euros a cada uma, bem como algumas lembranças às associações presentes.

De entre os muitos presentes destaca-se, em representação do presidente da Câmara, a vereadora Elisa Cidade, Albino Almeida, presidente da Assembleia Municipal de Gaia, o vereador da cultura, Delfim Sousa e diversos membros da direção de todas as IPSS e associações envolvidas.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com