A exposição da artista plástica Sandra Cordeiro, intitulada “Via Sacra 2021”, tem 15 telas sobre a vida de Jesus Cristo e pode ser visitada no Museu Municipal da Ribeira Grande. A temática é alusiva à época da quaresma que vivemos e a artista admite inspirar-se na Cruz de Cristo como símbolo de firmeza e sofrimento.

 

 

A exposição “Via sacra 2021”, da artista plástica Sandra Cordeiro, está patente no Museu Municipal da Ribeira Grande. A mostra da artista é composta por quinze telas que representam a paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo, executadas através da técnica mista sobre tela de espuma expansiva e patine envelhecida.

A exposição foi inaugurada pelo presidente da Câmara da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio, e proporciona um momento de introspeção condizente com o tempo quaresmal em que nos encontramos. A escolha da temática relaciona-se com o facto de a artista encontrar na Cruz de Cristo a sua inspiração. Para Sandra Cordeiro, artista natural de Arrifes, em Ponta Delgada, a cruz simboliza a firmeza e o sofrimento de Jesus, representando a força na vida dos crentes, fazendo-os acreditar que não devemos perder a coragem perante as adversidades, descobrindo assim a fé e a perseverança.

A artista iniciou a sua formação em artes plásticas (trabalho em relevo com betume) e um curso de pintura a óleo em 1996. No ano de 2017 inaugurou, no Coliseu Micaelense, a sua primeira exposição de artes plásticas, intitulada “O Bonsai”. Em 2018 teve mais três exposições, duas patentes no hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, e a terceira foi exposta no restaurante “A Tasca”.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com