A Festa da Bifana, que começou como algo pequeno organizado apenas pela Junta de Freguesia de Oliveira do Douro, já se transformou num dos eventos marcantes de todos os verões no concelho de Gaia. Este ano, com números recordes, o Areinho de Oliveira do Douro encheu-se de sabores e música em três dias de festa.

O Areinho de Oliveira do Douro voltou a receber, pela nona vez consecutiva, a Festa da Bifana, uma iniciativa que decorreu entre 5 a 7 de julho e que levou milhares de pessoas àquela zona ribeirinha de Vila Nova de Gaia.

Este ano, o programa arrancou com um desfile da Fanfarra da Alameda de S. João, a que seguiu uma noite musical com o Grupo Musical Cabaret e os Bandalusa. Já o segundo dia da festa, ficou marcado pelos ritmos mais mexidos, com os Ritmos Brasileiros Fit-B da parte da tarde e Carla Maria e Lucas e Matheus da parte da noite.

O domingo ficou reservado para os grupos mais tradicionais, novamente com o desfile da Fanfarra da Alameda de S. João e com uma tarde de Folclore com vários ranchos da freguesia de Oliveira do Douro, culminando pelas 21h30 com um tributo a Mário João.

Para Dário Silva, presidente da Junta de Freguesia de Oliveira do Douro, o balanço desta 9ª edição é “altamente positivo”. “Acho que tivemos uma afluência ainda maior que nos anos anteriores, se calhar também resultado do programa que tivemos, mais atrativo, e acho que este ano correu muito bem e captou a atenção das pessoas. De algum modo, o objetivo é sempre o apoio às coletividades e pelo balanço que já fizemos acho que estão altamente satisfeitos”, reforçou o presidente.

As noites de sexta-feira e sábado foram bastante concorridas, e a última contou mesmo com a presença do vice-presidente da Câmara de Gaia, Patrocínio Azevedo, que, segundo Dário Silva, “ficou admirado com a quantidade de pessoas que estavam presentes”. “Isto só prova, efetivamente, que a Câmara também aposta em iniciativas que valem a pena”, afirmou o autarca, acrescentando que o apoio recebido pela autarquia gaiense é, sem dúvida, uma mais valia para o sucesso da iniciativa.

“Este é um investimento que, felizmente, conta com o apoio muito grande por parte da Câmara Municipal. Foi uma iniciativa que começou com expensas próprias, e pequenina, com a Junta de Freguesia, mas penso que, neste momento, é um evento que já faz parte do roteiro do concelho nomeadamente nas festas de verão. Confesso que não teríamos a qualidade que temos se não fosse o apoio da Câmara Municipal”.

De facto, há nove anos, Dário Silva nunca pensou que a Festa da Bifana se tornasse numa iniciativa tão importante para a freguesia e garantiu ao AUDIÊNCIA que é para continuar, esteja quem estiver à frente da Junta de Freguesia.

“Em tom de brincadeira disse aos meus colegas que criamos um monstro, porque quando começamos a festa não tínhamos a noção que ela pudesse chegar onde chegou. E seja quem vier depois de nós, nunca terá hipótese de acabar com esta festa. Já pensamos até e já propusemos às coletividades, eventualmente, alargar o número de dias, estamos sempre disponíveis para isso, mas a palavra será sempre deles e não nossa”, reforçou Dário Silva.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com