Mais de 20 curiosos juntaram-se ao historiador José de Almeida Mello para descobrir o Trilho da Barquinha, na Lomba da Maia. Um passeio, de acordo com o historiador, “particularmente bonito” e “carregado com um legado histórico-cultural”, nomeadamente os moinhos de água da Ribeira Funda e as zonas de cultivo.

No âmbito do projeto “Do concelho de Ponta Delgada para a restante ilha de São Miguel”, a Câmara Municipal de Ponta Delgada, através da Unidade Orgânica de Património Cultural, promoveu um passeio cultural intitulado “Em torno da Barquinha” no passado dia 22 de junho.

De acordo com José de Almeida Mello, o objetivo destes passeios é “divulgar, valorizar e preservar a entidade e memória açoriana”. Desta feita, visitando a Lomba da Maia, os visitantes poderão compreender melhor “as dinâmicas sociais e culturais da própria cidade de Ponta Delgada”, observando esta freguesia mais rural.

“Hoje passámos por antigas ladeiras e atalhos com várias inclinações, onde se produzia as vinhas, os castanheiros, os araçaleiros, as batatas, as cebolas, as ervilhas… o objetivo aqui também é compreender o que foi a vivência do povo açoriano nestas ilhas antes do 25 de Abril de 1974 para perceber o grande desenvolvimento que tivemos até hoje.”

O historiador explica ao AUDIÊNCIA que os passeios realizam-se há vários anos, tendo já percorrido todas as 24 freguesias do concelho, passando pelos “centros urbanos, trilhos, igrejas, conventos, solares, ermidas e jardins”, numa promoção de Ponta Delgada.

No entanto, há cerca de dois anos que foram inseridas visitas a outros pontos da ilha para “compreender melhor o concelho de Ponta Delgada”. A visita ao concelho de Ribeira Grande já aconteceu por várias vezes, mas foi retomada na ‘Barquinha’, “porque entendemos que é um trilho particularmente bonito, mais vocacionado para a natureza, mas naturalmente carregado com um legado histórico-cultural, nomeadamente os moinhos de água da Ribeira Funda e também as antigas zonas de cultivo, nomeadamente as ladeias e o que aí se produzia. A par disto, também invocar legados e memórias das vivências locais da Lomba da Maia”.

Assim sendo, não só o trilho mas também a igreja da freguesia e as suas principais ruas mereceram visita e explicação histórica para melhor se contextualizar e entender as memórias daquela comunidade.

Após uma pausa nos meses de verão, o projeto “Do concelho de Ponta Delgada para a restante ilha de São Miguel” volta em setembro. Será feita “uma excursão de autocarro a todas as freguesias do concelho de Nordeste, descortinando freguesia a freguesia”.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com